Como ir da Itália para a Croácia

Data: 4 junho, 2017

Categoria: Mochilão

Quem acompanhou nossa volta ao mundo , sabe que um dos principais objetivos do mochilão era a economia em transporte e hospedagem, para que pudéssemos desfrutar ao máximo de cada cidade visitada.

Depois de muitos cálculos, desistimos do plano original de ir para a Grécia e decidimos ir para a Croácia, saindo de nosso último destino na Itália, a lindíssima Veneza!

Como já era de praxe, pesquisamos no aplicativo Rail Planner para saber as alternativas que tínhamos para chegar à Croácia a partir de Veneza. E vimos que, apesar da proximidade geográfica , o trajeto não seria assim tão simples:

Uma viagem de 9 horas de duração que com o Eurail global pass, nos custou somente a taxa de reserva dos assentos no ônibus, no valor de 17 euros por pessoa (salgadinho para mochileiros low cost).

De Venezia Santa Lucia para Venezia Mestre (trem)

O primeiro trecho da viagem é um deslocamento dentro da cidade de Veneza, pois o ônibus para Villach passa por duas estações da cidade que ficam afastadas do centro turístico e da estação central Santa Lucia.

Uma das alternativas – e mais cara – é pegar um vaporetto, que sai de um ponto próximo da estação Santa Lucia e desembarcar em Venezia Tronchetto, ponto inicial do ônibus.

O percurso de menos de 10 minutos sai por salgados 6 euros por pessoa e, por isso, continuamos pesquisando para descrobrir a segunda alternativa.

O ônibus para Villach faz uma parada em uma avenida ao lado da estação Venezia Mestre para pegar mais passageiros. E o trecho de trem de Santa Lucia a Venezia Mestre é gratuita para quem tem o Eurail pass.

Entre um percurso por 6 euros e um gratuito, qual você acha que escolhemos e recomendamos? 🙂

De Venezia Mestre para Villach (ônibus)

Descendo em Venezia Mestre, nos informamos na estação e uma funcionária nos indicou qual era a avenida por onde passava o ônibus.

Depois de algumas idas e vindas, encontramos a plaquinha colada a um poste com as informações sobre o nosso ônibus. (vai com fé que você encontra a plaquinha!)

É importante frisar que existe outras opções de ônibus que vão direto de Venezia Mestre para a Croácia, sem parar em Villach.

Naquele momento da volta ao mundo, ainda não estávamos afim de encarar ônibus com aspecto clandestino para fazer viagens rodoviárias… Por isso, decidimos pelas empresas da Eurail mesmo. 😉

Pegamos nosso ônibus e fizemos o percurso de 3 horas embasbacados com visuais maravilhosos pela janela, montanhas e vales nevados, e estradas de altíssima qualidade.

Além dos visuais incríveis pela janela, o ônibus era excelente e como estávamos na 1ª classe (luxos do Eurail global pass), tínhamos regalias como café, leite, água e suco de laranja.

De Villach para Zagreb (trem)

Chegando à Villach, todos desembarcam em frente da estação de trem para que possam seguir viagem para cada país/ cidade planejada.

Fomos nos informar no guichê a respeito do próximo trem para Zagreb e ficamos positivamente surpreendidos com a informação que não precisaríamos reservar os assentos.

Mais uma viagem na primeira classe sem necessidade de desembolsar valores adicionais. O Eurail global pass cada vez mais nos parecia uma boa aquisição.

A primeira classe do trem para Zagreb já foi bem diferente das empresas italianas.As cabines para 6 pessoas são confortáveis, silenciosas, mas não rola nenhuma regalia adicional, como o vinho e petiscos nos trens em Milão, Florença, Roma.

Mochileira na 1a classe em Milão, desfrutando 100%! 🙂

Qualquer percurso que passe pela Croácia terá uma parada para verificação da imigração, já que o país não faz parte do acordo Shengen.

Então, não se assuste! Policiais solicitarão seu passaporte para carimbar a entrada e saída do país e você ganhará novos carimbos. Siga as orientações dos policiais e tudo será tranquilo nesse processo.

A viagem de Villach a Zagreb tem duração de cerca de 4 horas e a partir da capital da Croácia, é possível partir para os destinos mais conhecidos e badalados, como

Nós decidimos ficar dois dias em Zagreb para conhecer um pouco da capital e de lá partimos de trem para Rijeka, na região litorânea do país para seguir de ônibus para algumas outras praias, como Kostrena.

Se no inverno aquelas praias de pedras e águas transparentes são lindas, imagina só no verão! Por isso, a Croácia está na nossa lista de lugares que precisamos voltar!

0 comentários

Compartilhe!
Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no Google+ Compartilhar no LinkedIn Enviar por email
Palavras:

Você vai gostar de ler:

Como fazer a Trans Siberiana

Manual completo para viajar de navio de carga

Como chegar a Machu Picchu

Rota de volta ao mundo: Começando a organizar

Participe! Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*