Da China para o Vietnam de ônibus

Data: 27 Abril, 2016

Categoria: Mochilão

Em Nanning, pesquisamos as possibilidades que tínhamos para fazer a curta viagem (de cerca de 350km) entre a cidade chinesa e a capital do Vietnam, Hanói. Em resumo, excluindo o avião que é sempre a opção mais rápida e normalmente a mais cara, você tem duas formas de passar a fronteira China – Vietnam por terra:

– De trem, em uma viagem de cerca de 14 horas que parte de Nanning todos os dias às 18h20. Preço: cerca de 230 yuan (115 reais)

– De ônibus, em numa viagem de cerca de 9 horas que parte de Nanning em 4 horários diferentes: 7h30, 8h30, 9h30 e 13h20. Preço: 150 yuan (75 reais)

Como todos os blogs dizem, nós confirmamos: se puder, priorize o trem, já que o trânsito asiático é completamente maluco e colocar sua vida nas mãos de um motorista pode não ser a melhor escolha a se fazer.

Porém, há um complicador para os turistas que estão em Nanning para fazer o visto do Vietnam: para comprar o ticket do trem você precisará apresentar o passaporte e, caso esteja aguardando a confecção de seu visto, ficará impossibilitado de comprar a passagem.

Já para comprar a passagem de ônibus, basta ir até o Nanning International Tourism Distribution Center, que fica bem próximo à Estação central de Trem, escolher a data e horário comprar os tickets!

Então, após incansáveis pesquisas a respeito da viagem de ônibus entre Nanning e Hanói, nas quais eu só encontrei resultados em inglês e até o ano de 2010, decidimos arriscar. Nós realmente não sabíamos se os blogeiros haviam deixado de fazer essa viagem de ônibus e os últimos a se aventurarem viajaram em 2010, ou se a “maravilhosa” Internet da China não estava querendo nos ajudar.

De qualquer forma, agora existirá um conteúdo atual, verídico e em português para quem quiser atravessara fronteira da mesma forma! Oba!!

Optamos pelo ônibus das 9h30 e meia hora antes chegamos ao Nanning International Tourism Distribution Center, mesmo local onde compramos as passagens, para aguardar nosso ônibus.

Quinze minutos antes da partida, uma moça anunciou o ônibus (em chinês, claro!) e lá fomos perguntar a ela se se tratava do nosso! Malas no bagageiro, bancos confortáveis, ar condicionado funcionando, TV passando bizarros reality shows chineses e – pasmem – um lanchinho e uma garrafa de água confirmaram que havíamos feito uma boa escolha até aquele momento.

vietnam3

O ônibus estava repleto de jovens chineses indo turistar no Vietnam e alguns deles até arriscavam o inglês, o que foi um alívio para nós, caso precisássemos de alguma ajuda na fronteira!

A viagem até a fronteira foi bastante tranquila e de cerca de 3 horas de duração. Estradas boas, visuais incríveis pela janela, uma beleza! 

Como não tem banheiro dentro do ônibus, depois de duas horas de viagem foi feita uma parada e essa é uma boa oportunidade para comprar dinheiro vietnamita, caso você esteja zerado como nós. A cotação das pessoas que vendiam moeda ali era bastante parecida com as do aplicativo que temos. Então, trocamos nosso dinheiro chinês por vietnamita ali mesmo.

Chegando à fronteira, o ônibus pára em uma espécie de estacionamento e todos devem descer com mochilão e tudo. Recebemos, então, um crachá que nos identificaria em todo o processo de imigração para pegarmos o ônibus do outro lado sem qualquer custo adicional.

vietnam4

Ali aguardamos a chegada de uma espécie de carrinho de golfe que atravessou a Ponte da Amizade, nos levando para os procedimentos de saída da China. Coisa super rápida: avaliação do passaporte, carimbos, recolhimento do cartão de imigração preenchido na entrada da China, passagem das malas no detector de metais.

Então, seguimos a pé para o processo de imigração vietnamita, que fica em outro prédio a cerca de 100 metros do chinês.

Lá, a fila era grande, porém o processo também bastante simples: Checagem do passaporte, do visto, carimbo, e malas no detector de metais. Não preenchemos nenhum formulário.

Na saída do prédio do Vietnam, mais um carrinho de golfe nos esperava para nos levar até o local onde pegaríamos o ônibus. Apresentando o crachá, você não terá que pagar nada nesses carrinhos… não se esqueça! 😉

No total, esse processo de fronteira durou cerca de 1 hora. Super rápido mesmo com a fila na Imigração do Vietnam!

Chegamos, então, a uma espécie de central de ônibus na fronteira do Vietnam e ali aguardamos cerca de 40 minutos pelo nosso ônibus.

Eu havia lido em diversos blogs a respeito de uma linha de ônibus que poderia nos deixar no bairro turístico de Hanói, o Old Quarter, porém não consegui descobrir nenhuma informação concreta sobre isso. Então decidimos pegar o ônibus que todos os turistas chineses pegariam e que nos deixaria no terminal Luong Yen Bus Station.

Havíamos conversado previamente com os funcionários do hostel que nos hospedaríamos em Hanói e eles haviam nos orientado a não pagar mais que 100 mil dongs (algo em torno de 5 dólares) no percurso de táxi do Terminal de ônibus até o bairro Old Quarter.

Assim, combinamos de dividir o taxi com mais 4 meninas chinesas que decidiram ficar no mesmo hostel que nós e todos economizariam uma graninha!

Pois bem! Eis que chega o ônibus que nos levaria a Hanói, devolvemos os crachás e… uma porcaria de ônibus! Hahahaha! Muito sujo, antigo e poltronas desconfortáveis. Estradas horrorosas, esburacadas ou em reformas, que geravam trânsitos e uma confusão danada. Pra completar, um motorista tipicamente vietnamita, que usava a buzina durante 90% do tempo pra fazer ultrapassagens ou apenas para alertar os motociclistas que dividiam a estrada com ele.

Ou seja, as outras 4 horas de viagem foram bastante cansativas… no meio do caminho, mais uma parada pra fazer xixi num lugar caindo aos pedaços. Hahaha! O único consolo eram as lindas paisagens pela janela: montanhas de formação rochosa maravilhosa, enormes campos verdinhos de cultivo de arroz, e muitos agricultores com seus chapéus tradicionais completando o visual.vietnam1

vietnam1

Assim que entramos na avenida da estação de ônibus, entendemos como era o trânsito em Hanói: um completo caos apocalíptico!! Motos, carros, ônibus, bicicletas andando pra todos os lados, cortando uns aos outros, buzinando sem parar. Coisa de maluco!!

Enfim desembarcamos em Hanói e lá estavam os taxistas sedentos para extorquir os turistas! O preço começou nos 190 mil dongs para nos levar ao hostel! Batemos o pé até chegar nos 100 mil e lá fomos nós para o bairro dos mochileiros, o Old Quarter.

Chegando na região você já percebe o clima de festa! Turistas do mundo todo nos barzinhos de rua, ou na frente dos hostels, tomando a barata cerveja vietnamita e curtindo o clima quente do país tropical!

vietnam2

E o centro de Hanói é assim! Ferve!! Clima quente, gente descolada nas ruas, bares, festas e mercados de rua, restaurantes, agências de viagem, muitos hostels, lojinhas com roupas e acessórios típicos e estilosos! Uma delícia!

Então, mesmo com a parte menos boa da viagem de ônibus, para nós valeu a pena a travessia da fronteira de busão: tudo bem organizado e incluso no preço do ticket. É claro que há o desconforto de ter que transportar sua bagagem de um lugar para o outro, coisa que não acontece quando você atravessa a fronteira no trem. Porém, no total o processo é mais rápido e mais barato que a viagem de trem, então fica a nossa dica para os mochileiros low budget! 😉

E, mais ainda, vale muito a pena vir a Hanói e usar a cidade como base para conhecer outros pontos desse encantador país! Estamos preparando um post com dicas do que fazer por aqui! 😉

6 comentários

Compartilhe!
Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no Google+ Compartilhar no LinkedIn Enviar por email
Palavras:

Você vai gostar de ler:

Rota de volta ao mundo: Começando a organizar

Manual completo para viajar de navio de carga

Como fazer a Trans Siberiana

Como chegar a Machu Picchu

6 comentários
  1. Ivan Fiuza Responder
    30 de junho de 2016

    Graças a Deus vcs existem! To monitorando relatos desse trecho desde o ano passado! Hahahaha! Vlw! To idno em dezembro de Hanói para Guilin – China! Abraço!

    1. Fefa Trindade Responder
      5 de julho de 2016

      Oi Ivan! Que bom que ajudamos você!
      Procuramos exaustivamente informações consistentes sobre o trecho e não havíamos encontrado quase nada! Por isso, tínhamos certeza que esse post ia ajudar muita gente! Se tiver mais alguma dúvida, avisa! 🙂

  2. Caroline Responder
    11 de novembro de 2016

    Amei o post de vcs! ❤
    Estou morando no norte da China, e em Fevereiro estou querendo ir para o Vietnã, mas como sou estudante, é claro, que não tenho muito dinheiro. Acho que essa vai ser uma ótima maneira de chegar até lá.😊

    1. Fefa Trindade Responder
      11 de novembro de 2016

      Oi Caroline! Que bom que gostou do conteúdo! Certamente a opção de ônibus por Nanning é uma das opções mais baratas pra chegar no Vietnã! Você também pode ir de trem, pois a diferença de preço não é tão grande.
      Em Hanói, mesmo que você chegue de trem, terá que pegar um táxi, pois tudo fica longe dos terminais de ônibus e trem. A corrida não fica muito cara, mas você precisa muito negociar antes de entrar!
      No mais, considerando que você fala mandarim, todo o processo da fronteira será mais tranquilo pra você! A gente penou mais porque praticamente ninguém falava inglês!
      Se precisar de mais ajuda, dê um alô! E excelente viagem!! 🙂

  3. douglas boas Responder
    5 de Janeiro de 2017

    Ola , conheci o blog de vcs hoje, estou adorando e se puderem me ajudar agradeço.
    Em abril devo fazer o caminho inverso de vcs , isto é , hanoi para nanning, e minha pergunta é se vcs sabem de algum site confiavel para eu comprar a passagem de onibus ja que preciso da passagem de entrada na China para o visto.
    Para vcs entenderem eu saio de Sp para Bangkok e depois volto por Pequim. Grato!!

    1. Fefa Trindade Responder
      5 de Janeiro de 2017

      Olá Douglas! Obrigada pela visita e comentário! Olha… nós pesquisamos bastante para comprar online, mas honestamente não encontramos nenhuma informação 100% segura.
      Dá uma olhada nesses dois sites e procure saber deles. pode ser uma opção: https://www.travelchinaguide.com/china-trains/international-tickets/nanning-hanoi-t8701.htm
      https://www.vietnamtrainticket.com/Hanoi-Nanning-.aspx

      Como tiramos o visto chinês em trânsito, na Polônia, não apresentamos nenhuma passagem. Compramos nosso ticket no terminal rodoviário de Nanning com todas as coordenadas escritas em chinês em um papel, graças à menina que trabalhava no hostel.

      Será que você não consegue tirar o visto da China apresentando apenas o roteiro da viagem e as reservas em hostels em cada cidade, como nós fizemos?
      Se decidir comprar a passagem in loco, lá em Hanói certamente vai conseguir comprar o ticket de trem ou ônibus em hostels e agências de turismo. Hanói é lotado de serviços para turistas e não tem como passar aperto.
      Espero ter te ajudado! 😉

Participe! Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*