Mochilão no Vietnam – Dias inesquecíveis em Hanói

Data: 6 Maio, 2016

Categoria: Mochilão

Depois de uma travessia de fronteira emocionante, que contei com mais detalhes nesse post, chegamos a Hanoi, capital do Vietnam, no fim do dia super quente, e seguimos de taxi para o bairro Old Quarter, onde estão concentrados os hostels e a esmagadora maioria dos todos os mochileiros do mundo todo.

Quando entramos nas ruas estreitas do bairro já pude entender a proposta de lá: muitos e muitos turistas circulando nas ruas, sentados nos bares, ouvindo música na frente dos hostels, entrando e saindo das lojinhas de roupas e artesanatos locais. Aquilo fervia e eu já gostei do que vi!!

vietnam2

Diferente das nossas semanas na China, em que éramos quase sempre os únicos ocidentais circulando pelas ruas, o que provocava aquela irritante curiosidade escandalosa dos chineses, naquele bairro a turistada do mundo todo – loiros, morenos, negros, asiáticos, baixos, altos, fortes, gordos, magros, muitas mulheres sozinhas ou em grupos femininos – dominava o ambiente e eu tive certeza que ali acabava o meu desconforto em relação aos constantes olhares maliciosos e as fotos que eram tiradas de mim sem autorização na China.

Gostei logo de cara! De alguma forma, aquele clima de festa me lembrava Amsterdam, uma cidade que amo muito, mas com todas as particularidades típicas do país: as comidas preparadas na rua, muitas vezes no chão; os vendedores com chapéus de palha típicos; os banquinhos bem baixinhos dos bares que deixam a galera praticamente agachada no chão enquanto bebem uma cervejinha; as cores das roupas, das lanternas; dos templos; o trânsito absolutamente insano que mistura carros, motos, bicicletas e pedestres.

No primeiro happy hour, com as meninas chinesas que nos ajudaram na fronteira, já dei mais um ponto para o país! A maioria dos lugares aceitam cartão Visa Travel e outras bandeiras, possuem cardápios em inglês e todos os atendentes falam algumas palavras em inglês! Ficou claro desde o começo que o Vietnam está interessado em receber turistas e tem se estruturado para isso sem perder suas raízes!

20160421_211219

Apesar de nos hospedarmos bem no meio da bagunça do Old Quarter, o que garante noites mais barulhentas, tivemos uma ótima noite de sono e estávamos prontos pra explorar a cidade! Durante o dia, o bairro não deixa de ferver e nós recomendamos muito que você se hospede na região, mesmo que seu perfil seja para hotéis mais bacanas, lá também tem umas opções bem mais finas que os hostels balada! 😉

Andar por todas as ruas estreitas do bairro é uma das coisas mais bacanas pra fazer em Hanói! As lojinhas são uma verdadeira tentação com blusinhas, camisetas, calças, saias, cangas, vestidos ultra coloridos e com estampas típicas do Vietnam! As bolsas bordadas a mão, os cartões com dobraduras incríveis, as lanternas de papel de seda dão o toque mágico a cada esquina!

hanoi5

Não espere luxo. As ruas, lojas, restaurantes e vendedores de comidinhas típicas são simples, há sujeira no chão, mas tudo isso faz parte das características da cidade.

Ali bem perto do bairro Old Quarter fica o lindo Lago Hoàn Kiëm, que merece muito a visita! Dar a volta completa nele te proporcionará vistas incríveis da ponte vermelha, o templo, os jardins super bem cuidados. E faça como nós: compre um sorvete e se sente em algum banco perto do lago pra ver os costumes de quem vive ali, como os idosos praticando tai shi nas margens, as pessoas pescando no lago (e pegando cada peixão!!) e os jovens que abordam os turistas pra poder praticar o inglês.

hanoi7

Nos dois dias que fomos ao lago, conversamos com mais de 6 super simpáticos vietnamitas! 🙂

Ainda no entorno do Lago, fica o teatro de fantoches na água, uma tradição artística vietnamita muito, muito interessante! Apesar de termos lido algumas avaliações no Trip Advisor de que esse era um passeio que não valia muito a pena, decidimos investir os 120.000 dongs por pessoa (que equivalem a cerca de 19 reais) e nos encantamos com aquela expressão artística tão cheia de detalhes e talentos! Tem música ao vivo, tem o manuseio dos bonecos, tem a própria confecção dos bonecos. Muito bacana!

hanoi4

E falando em tradições, o começo da civilização vietnamita era composto por tribos que não possuíam alfabeto escrito. Por isso, as histórias sobre os primórdios da civilização do país são pautadas em lendas e histórias fantasiosas. Além disso, a história do Vietnam é marcada por muitas guerras, muitas disputas envolvendo a China, a França e os Estados Unidos e, assim, há muitos museus que contam a história de luta do povo vietnamita. Nós decidimos não visitar os museus e as prisões que detalham os períodos de guerra do país, mas conversamos com muitos locais que contam com certo ar de tristeza sobre as tantas lutas, mas com muito orgulho por terem conquistado sua independência das grandes potências.

Com um mapa em mãos e com a ajuda de uma das bicicletas-taxi, tradicionais na cidade (ou com bom pique de caminhada), há ainda muito o que conhecer em Hanói gratuitamente:

– A igreja de São José fica também perto da região do Lago. É bonita por fora (estava fechada quando fomos) e é muito interessante ver uma igreja católica em um país majoritariamente budista.

hanoi2

– A torre da bandeira foi construída em 1812 e não foi destruída durante o período de dominação francesa. É bonita, imponente e merece uma passadinha!

– O mausoléu de Ho Chi Minh é um grande monumento que abriga o corpo do líder vietnamita e localizado no centro da praça Ba Dinh, local onde foi proclamada a independência do país em 1945. O jardim localizado em frente do mausoléu é lindíssimo!

– Pagoda de Pilar Único é um dos templos budistas mais tradicionais de Hanói e foi construído em meados de 1028! Fica bem próximo do mausoléu, em um lugar super arborizado, com jardins lindos e uma vibração super positiva. Não deixe de visitar!

hanoi3

E depois de muito encantamento pelas ruas de Hanói gastando super pouco pra comer bem, beber uma cervejinha honesta e visitar locais super bacanas, era hora de procurarmos uma agência de turismo confiável pra fecharmos um passeio a Halong Bay.

Pois é… tem horas que o esquema low budget precisa ser levemente alterado para que se possa curtir plenamente o que o país oferece! E Halong Bay, uma das 7 Novas Maravilhas da Natureza, não pode ficar fora do seu roteiro!

Mas não se desespere!! Assim como tudo (tu-do) em Hanói, você deve usar o poder de pechincha e negociação pra chegar a um preço que cabe em seu orçamento! Há todos os tipos de pacotes de tour a Halong Bay e, depois de muito chorar, conseguimos fechar um passeio de 2 dias e 1 noite em um mini-cruzeiro que foi certamente um dos momentos de paisagens naturais mais lindas da viagem! E esse encantador lugar é o tema do próximo post! 😉

0 comentários

Compartilhe!
Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no Google+ Compartilhar no LinkedIn Enviar por email
Palavras:

Você vai gostar de ler:

Rota de volta ao mundo: Começando a organizar

Como chegar a Machu Picchu

Como fazer a Trans Siberiana

Manual completo para viajar de navio de carga

Participe! Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*