Mochilão pelo Peru – de Cusco a Puno

Data: 7 junho, 2016

Categoria: Mochilão

Depois de turistar por Cusco e Águas Calientes para realizar o sonho de visitar a maravilhosa Machu Picchu, abrimos o mapa do Peru e decidimos que a próxima parada seria em Puno, para vermos com os próprios olhos o lago navegável mais alto do mundo e o maior lago da América do Sul, o Titicaca!

A distância entre as duas cidades é de 390km, o que, em rodovias boas e em linha reta, renderia uma viagem de ônibus de cerca de 5 horas. Porém, Peru está rodeado pelas montanhas dos Andes e toda viagem fica mais longa que o normal (vide aqui o post sobre a viagem entre Lima e Cusco). Por isso, a jornada de ônibus entre Cusco e Puno dura cerca de 8 horas.

mapa-distancia-cusco-puno

Durante todos esses meses de viagem nós buscamos as melhores formas para economizar na compra de passagens, seja usando sites de comparação de preço, seja indo até a estação de ônibus/ trem para encontrar pechinchas para os trechos que nos interessam.

Em Cusco, porém, nos rendemos ao conforto de comprar a passagem de ônibus em uma agência de viagens por dois motivos simples: 1. os preços no site busportal.p (onde compramos as passagens entre Lima e Cusco) nos pareciam muito altos; 2. o terminal rodoviário ficava a 3km de distância de nosso hostel e a altitude nos tirou a coragem de caminhar até lá.

Se decidíssemos ir de táxi até o terminal para comprar as passagens, a grana investida na ida e volta era justamente a taxa cobrada pelas agências de turismo do centro de Cusco. Por isso, decidimos entrar em mais de 10 escritórios e pechinchar nossas passagens.

Como o Will já era experiente no quesito “viagem terrrestre na América do Sul” (e já tinha passado uns belos perrengues na Bolívia), fizemos uma prévia pesquisa das empresas de transporte que deveríamos evitar. Afinal, no Peru e na Bolívia há uma grande oferta de diversas empresas rodoviárias que fazem o mesmo trecho todos os dias. Algumas muito boas, outras são verdadeiras roubadas!

Depois de muita pechincha, conseguimos um bom preço para as passagens no “bus-cama”, o equivalente ao nosso ônibus leito. Por 55 soles por pessoa (cerca de 60 reais por pessoa), compramos os tickets para a empresa Huayruro Tour e combinamos de retirar os tickets na manhã seguinte, na mesma agência de viagens.

No dia seguinte, lá estávamos nós na agência para buscar nossas passagens e “tchã nãã” eles simplesmente haviam comprado os tickets em outra empresa rodoviária, por livre e espontânea vontade. Como já era tarde para fazermos qualquer coisa, já que viajaríamos naquele mesmo dia, aceitamos os tickets da empresa TransZela e, no boleto que nos foi entregue, vimos que o preço era ainda mais baixo do que o negociado… Aaahhh a mutretagem sul americana…!

Chegada a hora do embarque no Terminal de Cusco, nos surpreendemos positivamente com a “cara”do ônibus: novo, limpo e moderno (apesar do nome bem esquisito. hehehe). E, por dentro, mais uma ótima surpresa: bancos confortáveis, largos, corredor espaçoso, cobertorzinho e travesseiro.

trans zel

Para ficar emocionante, rolou um breve perrengue com um casal de passageiros bêbados que queria viajar no mesmo banco e, claro, atrás de mim (aaahhh a Lei de Murphy!!), causando empurrões no meu banco, sem contar o perigo que aqueles dois panacas poderiam provocar em caso de acidente. Porém, prontamente a comissária de bordo resolveu o problema.

Com cada passageiro em seu devido lugar, a comissária serviu água e chá para todos os passageiros. Mais um ponto para a TransZela! E, durante o percurso, era possível acompanhar, por um visor dentro do carro, o horário, a temperatura externa e a velocidade em que o motorista levava o ônibus (que não passou de 90km/h em nenhum momento, para a alegria dos precavidos que detestam alta velocidade na estrada, como eu!).

As 8 horas de viagem passaram voando a tal ponto que fomos acordados pela comissária quando chegamos a Puno, por volta 5h da manhã! A viagem foi, certamente, uma das mais tranquilas e confortáveis de toda a volta ao mundo, mesmo depois de rodarmos muito pela Europa! Portanto, estão recomendados para você que está planejando sua trip pela América do Sul. 😉

0 comentários

Compartilhe!
Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no Google+ Compartilhar no LinkedIn Enviar por email
Palavras:

Você vai gostar de ler:

Como chegar a Machu Picchu

Rota de volta ao mundo: Começando a organizar

Como fazer a Trans Siberiana

Manual completo para viajar de navio de carga

Participe! Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*