Nossa percepção sobre a Alemanha – Nuremberg

Data: 7 Março, 2016

Categoria: Mochilão

Já passamos por 8 países e 20 cidades. Muitos dos lugares visitados, não estavam só em nossos planos originais, como em nossos sonhos. Cidades que abrigam monumentos, construções, museus e paisagens que queríamos muito ver pessoalmente.

A Alemanha, porém, esteve em nosso roteiro desde os primórdios por um motivo principal: visitar um casal de amigos muito queridos que se mudaram para cá há cerca de 1 ano e matar um pouco da saudade deles e do calor humano típico dos brasileiros.

Confesso: não moravam em meus sonhos aquelas lindas casas tipicamente alemãs e eu mal havia pesquisado os museus e possibilidades de turismo em terras germânicas. Porém, já que subiríamos da República Tcheca para o norte da Alemanha, para chegar em Münster, cidade onde moram nossos amigos, porque não incluir no roteiro algumas cidades e conhecer um pouco da cultura alemã?!

nuremberg2

Assim, pesquisamos destinos com bom custo benefício e atrativos que nos interessavam no caminho entre Praga e Münster. Decidimos por Nuremberg e Frankfurt, duas cidades bem diferentes entre si!

Nuremberg

Nuremberg é uma cidade bem interessante! Tem enorme peso na história da Alemanha Nazista, lá ocorreram inúmeros comícios do partido Nazi e foi lá também que foram realizados os julgamentos que sentenciaram os criminosos de guerra nazistas.

Foi quase que totalmente destruída durante a Segunda Guerra, porém reconstruída seguindo quase que meticulosamente os modelos medievais originais da Idade Média e o centro histórico da cidade ainda é rodeado pela antiga muralha, o que dá à cidade um ar antigo e de visuais muito bonitos.

nuremberg6

O grande barato da cidade é ficar hospedado dentro dos limites da muralha, onde você encontrará as casas tipicamente alemãs, igrejas antigas, torres medievais e muitas opções de restaurantes e comidinhas de rua tradicionais.

Sair a pé pelo centro antigo é bem bacana, pois há diversas ruas onde não passam carros e que são repletas de lojas, cafés, turistas e artistas de rua. A primeira parada obrigatória é na Lorenkirche, a praça que abriga uma bela igreja e a tradicional feira de frutas, flores e alimentos típicos da região (queijos, pães, salsichas, doces).

Continuando pelo centro histórico, você passará pela sensacional loja da Lego! Não deixe de entrar!! É uma verdadeira loucura! (Aliás, essa é uma cidade que possui bons atrativos para crianças, como o Museu do Brinquedo, Museu da Criança e o Playmobil Fun Park, que fica numa cidade vizinha).

nuremberg5

Faça uma parada na Hauptmark, outra visita obrigatória com uma maravilhosa igreja e outra feira tradicional. Se você for na época do Natal, poderá se maravilhar com uma das mais tradicionais feiras de Natal que ocorre nessa praça.

As pontes sobre o rio Pegnitz têm um visual incrível e renderão belas fotos e memórias. Escolha essa região para tomar um café e apreciar a paisagem.

nuremberg1

E outro passeio bacana é subir até a região dos 3 castelos da cidade, porém decidimos não ir até lá, já que havíamos visitado diversos castelos em outras cidades e esse é um passeio pago (7 euros, se não me engano!).

Um dia na cidade é suficiente para conhecer o essencial e ver lindas construções (que você pode curtir mais fotos da cidade na nossa página do Facebook). Porém, decidimos ficar dois dias para celebrar o meu aniversário naquele simpático lugar, antes de seguir para um destino bem diferente da primeira parada na Alemanha: Frankfurt, uma cidade grande e importante centro financeiro da Europa, que eu contarei mais detalhes no próximo post.

O que posso adiantar é que, estando agora na terceira parada de nosso período na Alemanha e tendo conhecido alguns alemães em outros países por onde passamos, notamos uma característica comum entre eles: são fechados entre si, não conversam com estrangeiros e chegam a ser bastante rudes se precisam lidar com gringos. Muito, muito diferentes dos croatas, eslovenos e italianos, que nos receberam de braços abertos, os alemães não parecem gostar de nossa presença por aqui….

Vamos ver se Berlin, nossa próxima parada, nos reserva essa mesma percepção! Esperamos que não! 😉

2 comentários

Compartilhe!
Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no Google+ Compartilhar no LinkedIn Enviar por email
Palavras:

Você vai gostar de ler:

Rota de volta ao mundo: Começando a organizar

Como fazer a Trans Siberiana

Como chegar a Machu Picchu

Manual completo para viajar de navio de carga

2 comentários
  1. Alessandra Responder
    8 de Março de 2016

    Em Nuremberg aconteceu a primeira interpretação simultânea 🙂

    1. Fefa Trindade Responder
      9 de Março de 2016

      É mesmo, Alê?! Bacana saber disso! E tem alguma relação com o peso político da cidade?!

Participe! Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*