Os pequenos dramas de uma mochileira na estrada

Data: 8 novembro, 2015

Categoria: Mochileiras

mochileirasAgora que faltam menos de 80 dias para começarmos a trip, o frio na barriga aumenta cada vez mais, os assuntos prioritários vão ficando mais redondos e é hora de pensar em itens menos urgentes, mas que também são importantes e devem estar muito bem organizados antes de sair do Brasil.

Eu sabia que ia chegar o momento definitivo de pensar nisso, muitas amigas fizeram diversas perguntas relacionadas e agora é a hora: Preciso pensar nas mulherzices! 🙂

Tenho feito muitas pesquisas em blogs de mochileiras sobre os dilemas corriqueiros das mulheres e como elas têm encarado a mestruação, TPM, cólica, depilação, métodos contraceptivos, unhas, banhos gelados e não-banhos pelo mundo afora.

É divertido de ler os relatos das valentes viajantes que conseguem passar com bom humor e classe pelos apertos do cotidiano feminino, até você lembrar que a sua vez está chegando e que é hora de pensar seriamente sobre cada assunto e tomar as decisões necessárias.

Pois foi o que eu fiz… ou que estou tentando fazer! 

Banho

Estou absolutamente ciente que passarei por apertos históricos no quesito banho! Haverá banhos gelados no frio, haverá períodos com água limitada e também sem banhos. O que fazer diante disso? Se preparar o melhor possível!

toalha_esportiva

Toalha super absorvente: essa toalhinha já me acompanhou em um mochilão pela Europa e é super prática. Ela não ocupa quase nenhum espaço e te seca em segundos, o que vai ajudar bastante nos banhos gelados. É claro que não dá pra se enrolar confortavelmente nela, mas aí vc pode levar uma canga (que também não ocupa espaço) que cumpre essa função depois que a tolhinha já te secou! 😉

shampoo_seco

Shampoo seco:  esse é um item novo na minha mochila, que minha irmã trouxe de Miami. É um spray que absorve a oleosidade do cabelo e deixa ele brilhante e cheiroso. Super bacana para os dias de muito frio que não dá pra encarar molhar a cabeça no chuveiro gelado e, principalmente, para os dias sem banho. A transiberiana que me aguarde!! 😉

Ciclo menstrual

Outro item que não tem pra onde fugir. Na realidade, existem sim as soluções para parar de menstruar, mas não sou a favor disso para o meu corpo e, então, encaremos os pequenos dilemas!

Coletor menstrual: nunca usei, mas vou testar! Se conseguir me adaptar, vai ser ótimo, mais econômico e higiênico. Pesquisei muitas blogeiras e youtubers adeptas, e a maioria delas gosta bastante da proposta. Vamos ver! Em último caso, vamos conhecer absorventes de diversos países diferentes! 😀

Pílula anticoncepcional: putz… assunto complicado! A pílula é uma injeção de hormônios que não faz bem pro corpo feminino. Além disso, não é nada prático para uma mochileira ter cartelas e mais cartelas na bagagem. A melhor solução é parar com a pílula e encarar os efeitos que já conheço no meu corpo: as cólicas e o aumento do fluxo menstrual?! Dilema…!

TPM: Ixi…. aqui quem acaba sofrendo mais é o maridão, que estará ao meu lado! Rs. Então o negócio é usar a mesma fórmula que usamos aqui no Brasil: reconhecer que o período pode existir, que a gente vai ter pequenas discussões bestas, que eu vou chorar, vou querer ficar sozinha, e que passa rápido! A solução é encarar bem por que a fase sempre passa e logo!

Cabelos e pêlos

Depilação: Olha…. eu tenho descendência portuguesa, sabe?! 🙂  Então este é um assunto importante de se pensar! Estou fazendo algumas sessões de depilação defintiva, mas não serão suficientes para matar tooodos eles antes da trip. Então, o jeito é incluir na bagagem o amado Satinelle, essa maquininha que arranca os pêlos na raíz como se tivesse mil pinças, e também umas lâminas, que eu detesto, mas terei que encarar.

Cabeleira: Penso que, independente do tipo do seu cabelo, na hora de pegar a estrada você deve decidir pela solução que dê menos trabalho e demande pouca atenção. Como meu cabelo cresce muito rápido e é clareado, a solução é cortá-lo na altura dos ombros para que cresça durante um ano, transformar a loirice em californianas que acompanham o crescimento do cabelo e que demandando poucos cuidados.

Males corriqueiros

Sabe aquela fraqueza no estômago ou no intestino que você já sabe que tem, ou aquela dor de cabeça que pode vir junto com a fome ou o cansaço?! Se você conhece bem o seu corpo e sabe os possíveis mal-estar que pode ter, seja uma pessoa precavida! Prepare a sua farmacinha, fique atenta aos prazos de validade dos remédios e às regras relacionadas a remédios em cada país, e aproveite a sua viagem ao máximo!

No mais, é só alegria! 🙂

0 comentários

Compartilhe!
Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no Google+ Compartilhar no LinkedIn Enviar por email
Palavras:

Você vai gostar de ler:

Como morar em um trailer

Itália e Croácia – Trechos de trem, ônibus e muitas dicas

Guloseimas para comer na fogueira

Quanto custa morar em um barco

Participe! Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*