Perigos ao navegar: Piratas

Data: 10 maio, 2016

Categoria: Barcos

Um dos maiores perigos ao navegar por esse mundo hoje em dia é a pirataria. Não confunda com aqueles piratas do caribe e papagaio no ombro, pirataria de hoje em dia é assunto sério e muitas vezes praticada por profissionais.

Antes de tudo vamos entender que hoje existem dois tipos de pirataria: Contra a marinha mercante e contra barcos e veleiros particulares. A pirataria que age contra a marinha mercante é super profissional e envolve equipes e equipamentos modernos, estamos falando em centenas de milhares de dólares em carga e resgate de tripulação.

No nosso caso, temos que nos preocupar com os piratas que agem contra veleiros e barcos particulares e o primeiro passo é entender o motivo que os leva a nos atacar: Roubo de equipamentos ou roubo do barco. Os piratas de barcos particulares são vagabundos à procura de dinheiro fácil.

pirataria-2
A grande maioria dos ataques são feitos em região de costa, em barcos ancorados. Velejadores na maioria das vezes tem a oportunidade de visitar locais afastados onde outros turistas não aparecem, isso pode gerar situações de risco. Estima-se que aconteçam cerca de 50 ataques piratas por ano à barcos particulares. Com algumas precauções, conseguimos reduzir o risco de ataque.

– Evite ancorar sozinho em áreas afastadas e que você não conhece. Faça contato com outros navegadores e tentem navegar juntos por esses locais.

– Confirme com as autoridades locais quais são os melhores locais para ancorar seu veleiro. Na dúvida, procure algum Yacht Clube e passe a noite lá.

– Não passe informações para os locais ou aceitando membros de tripulação desconhecidos. Cuidado com os canais de VHF padrões, eles podem estar sendo monitorados.

– Se decidiu passar a noite sozinho em algum lugar afastado, apague as luzes do barco e acompanhe as movimentações pelo radar e pelo binóculo.

Não importa por onde você decidiu navegar, é sempre bom se preparar bem para as situações de risco. Converse com as organizações de velejadores locais e procure o consulado no país que você está visitando para obter mais informações sobre a segurança dos locais visitados.

pirataria-3
Navegar o mundo com seu próprio barco ainda é um dos meios mais seguros de viajar. O mundo é lindo e cheio de gente fina disposta a te ajudar e quem veleja consegue ter uma visão privilegiada desse planeta incrível que vivemos. Não deixe de viver esse sonho por medo de quem quer dinheiro fácil.

Não vacile, abra os olhos e você não terá problemas com os piratas modernos. Bons ventos!!

2 comentários

Compartilhe!
Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no Google+ Compartilhar no LinkedIn Enviar por email
Palavras:

Você vai gostar de ler:

Como usar o sextante

Melhores barcos para morar

Como construir seu barco

Quanto custa morar em um barco

2 comentários
  1. Carlos Eduardo de Azevedo Responder
    13 de maio de 2016

    Excelent post. Obrigado pelas informações.

    Boa viagem !!!!

  2. Lecio moraes Responder
    7 de setembro de 2016

    Gostei muito das perguntas, respostas e o tema em si, me aposentei a dois anos e agora estou a procura de um veleiro para compra, pretendo morar nele, tenho devorado tudo sobre o assunto, quero um de 34 pés, acho que deste tamanho da pra morar sozinho bem e viajar o mundo sem muitos problemas, sou motociclista viajante solo e agora está na hora de botar outro sonho em prática, se alguém souber quem e onde tem um bom veleiro a venda com possibilidade de troca por gentileza me avise, um abraço a todos WhatsApp 81-989888602

Participe! Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*