Quanto custa morar em um barco

Data: 2 outubro, 2015

Categoria: Barcos

Diversos visitantes me perguntam sobre qual o valor real para ir morar em um barco e posso te dizer: É muito mais acessível que você imagina. Vou tentar reproduzir aqui todos os custos que você poderá ter morando no barco.

1. O barco custa muito menos que um apartamento.
Vamos falar sobre veleiros, se você vai morar em um barco, more em uma obra de arte que pode te levar para uma volta ao mundo. Fiz uma busca rápida na web e encontrei barcos que você pode morar facilmente a partir de R$ 40.000,00. Isso é o valor de um carro.

valor-veleiro

Lembre-se que eu tenho uma tendencia a gostar de barcos pequenos e consigo viver facilmente sozinho em um 19 pés, o valor do barco depende de quanto você está disposto a gastar. Se você quer um 40 pés para morar com a família, vai precisar de mais $$.

2. Vai viver em marinas ou viajando ?
Se você vai viver viajando, seus gastos serão exclusivamente com comida e manutenção do barco. Essa é a forma mais livre de se morar em um barco, ficar navegando continuamente e dormindo ou no alto-mar ou ancorado em alguma praia.

Se você prefere ficar em um yacht club, os custos aumentam, pense como se fosse pagar o condomínio. O bom é que você tem segurança, ponto de energia, internet e água à vontade. Ao morar em um barco você vai ver que RECURSOS como esses valem ouro.

foto-yatcht-club
O custo para manter um barco ancorado permanentemente em uma marina sai em torno de R$ 30,00 por pé, utilizando o veleiro 19 pés como exemplo, sairia R$ 570,00 reais por mês. Pode parecer meio salgado, mas se parar para pensar, é muito menos o valor que morar de aluguel.

3. Manutenção
Morar em um barco requer que você ative o modo Mcgyver dentro de você. Lembre-se que tudo que você não fizer, terá que pagar alguém para resolver seu problema. Sendo assim, limpeza do casco, manutenção da parte hidráulica, elétrica, pintura, tudo está na sua mão.

Calcule por ano um gasto aproximado de 1.000 a 2.500 reais com manutenção em geral. Dependendo do barco, se tiver motor, os custos aumentam. Quanto melhor você cuidar do barco, menor será esse valor.

4. Combustível
Mesmo os veleiros utilizam um pouco de combustível para manobrar dentro de marinas ou fugir de vento fraco. Coloque na ponta do lápis esse custo também, uns 500 reais por ano.

5. Compras em geral
Você não terá espaço para coisas, sendo assim, seus gastos com itens supérfluos cairão drasticamente, você vai finalmente viver uma vida mais simples. Seus gastos serão com comida, roupas de vez em nunca e livros.

Colocando na ponta do lápis para um veleiro 19 pés
Marina / ano: R$ 6.840,00
Manutenção / ano: R$ 1.750,00
Combustível / ano: R$ 500,00

Total ano: R$ 9.090,00
Gasto por mês: R$ 757,50

Que tal comer peixe que você mesmo pescou com um arroz integral que você tinha na pequena dispensa do barco? Isso sim é viver. Comente qual barco você já está de olho e vamos trabalhar seu sonho.

163 comentários

Compartilhe!
Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no Google+ Compartilhar no LinkedIn Enviar por email
Palavras:

Você vai gostar de ler:

Quanto custa morar em um barco

Como construir seu barco

Como usar o sextante

Melhores barcos para morar

163 comentários
  1. Giovanna soldi Responder
    12 de outubro de 2015

    Estou pensando em comprar um barco para morar e trabalhar com ele, como turismo e passeios, pensei em comprar uma escuna, mas pelo o que vi um barco grande tera maiores gastos certo?
    Tenho este sonho desde pequena, sempre gostei de me aventurar pelos mares espero um dia realizar este sonho .
    Gostei muito do que disse a respeito dos valores e tudo mais 😀

    1. Will Gittens Responder
      14 de outubro de 2015

      Olá Giovanna, Obrigado por ler o blog!! Isso, quanto maior o barco, maiores são os problemas. O legal de comprar uma escuna é que você tem um negócio junto, se cuidar de tudo bonitinho, dá para ficar muito melhor que uma pousada para os visitantes, e isso te dá $$ para continuar vivendo no mar sem se preocupar. Acredito que no seu caso é colocar na ponta do lápis e ver se terá como bancar todos os gastos somente com passeios. Acredito no seu sonho, tenho ele também. Sem dúvidas você vai realizar ele.

    2. pedro santos Responder
      3 de junho de 2016

      ala will sou pedro de porto alegre leio sempre as perguntas, e tambem as respasta que vc da.estou realizando meu sonho .ja comprei um veleiro de 35 pes pretendo , a partir de 2017 morar a bordo pois estou largando minha vida urbana, e minha empresa os meus filhos seguem tocando.pretendo velejar pela costa brasileira,obs, vou estar sempre só pois nao sou casado. se tiver alguma dica de segurança por favor gostaria de saber.desde ja agradeço abraço de volta e meia.

      1. Will Gittens Responder
        4 de junho de 2016

        Olá Pedro, fico feliz em saber que seu barco já está pronto te esperando. Minha dica é ir velejando o máximo que você puder e estudar tudo sobre o assunto. Quem sabe uma carteira de mestre ou capitão, te dará um embasamento teórico muito poderoso. Escrevi a poucos dias atrás um post sobre pirataria que pode te interessar, dá uma lida aqui. Um grande abraço e qualquer dúvida pode nos perguntar sempre. Bons ventos!!

      2. luiz kesselring Responder
        10 de setembro de 2017

        Olá Pedro
        todos os navegantes internacionais que leio aconselham a comprar o Marine Diesel Engines do Nigel Calder. Antes de comprar o barco já comprei o livro, bom demais. Fique pesquisando na Amazon que vez em quando está em promoção.
        referência: Las cartas de la vida, diário de bordo (em espanhol) e outros.
        bons ventos

      3. Leia Santos Responder
        7 de novembro de 2017

        Olá Pedro se precisar de uma parceira para a nova empreitada ficarei muito feliz em acompanha lo nessa.

    3. Paulo Responder
      23 de agosto de 2016

      Oi Geovana,

      Moro a bordo ha 16 anos. O que posso te dizer é: veleiro é uma paixao e estilo de vida. Tem realmente que gostar muito. Moro em Miami que tambem é o lugar propicio para quem gosta do mar. Qualquer duvida que tenha entre em contato 3057664525.

      1. Will Gittens Responder
        25 de agosto de 2016

        Olá Paulo, obrigado por compartilhar sua experiência conosco. Vamos combinar uma entrevista para você falar aos nossos visitantes sua vida no mar e que dicas você pode dar pro pessoal. Valeu pela visita e bons ventos!!

      2. HIAGO MACIEL DE CARVALHO Responder
        28 de março de 2017

        ola! obrigado por ajudar nesse assunto que é o sonho de muita gente!
        moro em brasilia e agora que vou começar a trabalhar por teletrabalho penso em comprar um barco e viver, na maior parte do tempo, na marina (em fortaleza-ce principalmente e brasília-df).
        Andei pesquisando preços e características dos barcos e até agora me parece que a melhor opção seria um veleiro mesmo.
        Minha primeira dúvida é quanto tempo em média um veleiro pequeno (19 a 24 pes) leva pra ir de fortaleza à brasilia.

        Como consigo os contatos para orçamento de preço de vaga e taxas nas marinas da minha cidade ?
        ajudaria muito mesmo!

      3. Carolina Fernandez Responder
        14 de outubro de 2017

        Olá Paulo.

        Estou procurando um veleiro yach.para sair de salvador com destino a malaga ..Espanha. .
        Mais terá que ser um veleiro muito Seguro e de grande porte. …estou viajando com minha pequena mel. .uma poodle de 3,5 kg ..ela não pode viajar de avião porque eh cardiaca…e estamos indo morar na Espanha. …se vc con hecer alguém que faça essa travessia me diz…logicamente seria um aluguel como se fosse um cruzeiro particilar para 4 adultos e uma mine poodle ….rsrs
        Aguardo contato de quem se interessar ..seria apartir de Março / abril de 2018..

        Um abraço
        Carolina

      4. 3 de novembro de 2017

        Cara você vive meu sonho kkkkk.
        Será que você poderia passar uns custos dai?
        Marina? Veleiros? manutenção em geral? alimentação..
        Eu comecei a guardar $$ e acredito que logo estarei nesse mundo de velas, a ansiedade é enorme.
        Valeu Abrss
        Luiz Célio

      5. Elder Stark Responder
        8 de novembro de 2017

        Olá Paulo,

        Pode falar um puco mais sobre seus gastos e dicas para morar ai? Tenho planos próximos para esta mudança.

        Abraço,

    4. Eduardo alves da silva Responder
      21 de janeiro de 2017

      OI Giovana vc conseguiu realizar seu sonho ? eu também tenho este sonho . tem uma lancha casbrasma de 41 pés ano 1992 inteirinha em iteroi eu estou namorando ela . o vendedor que 500.000 e o meu sonho . serve até pra trabalhar com turismo.

    5. Rogerio Moura Responder
      20 de julho de 2017

      Giivana que legal, seu sonho.
      Como você deve saber os custos de manutenção, de veleiros e escunas ou lanchas são bem diferentes.

      E o estilo de vida também!

      Abraço.
      Rogerio Moura

  2. adriano Responder
    16 de outubro de 2015

    Penso em morae em um brasília 32′ ao me aposentar, faltam 11 anos apenas, em breve realizarei esse sonho, subir navegando o litoral brasileiro, ir até a ilha da trndade, fernando de noronha, atol das rocas, um tour pelas ilhas do atlantico, atravessar o canal do panamá e depois o pacífico, polinésia francesa e voltar pela austrália e africa do sul.

    1. Will Gittens Responder
      20 de outubro de 2015

      Belo plano!! Aproveita esses 11 anos para estudar tudo sobre o assunto e velejar o máximo que puder. Isso mantem o sonho vivo, queimando dentro do corpo. Eu gosto do Brasilia 32′ , um clássico, bonitão e espaçoso. Já vai pensando nas adaptações para as travessias do Atlantico e Pacífico, o 32′ originalmente não tem reservatório de água para grandes travessias.

      Obrigado por ler o blog!!

      1. Romeu Responder
        26 de julho de 2016

        Olá Will, você acha que com uma renda de R$4000,00/ mês dá para viajar o mundo em 3 pessoas, e qual o barco ideal para isso?
        Abraços!

        1. Will Gittens Responder
          27 de julho de 2016

          Olá Romeu, valeu por acessar o blog! Com certeza com essa renda você consegue viajar o mundo sem problemas. Para descobrir o barco ideal, fala um pouco mais sobre vocês. Aguentam perrengue ou querem ir mais confortável?? Crianças ou 3 adultos? Um abraço e não tem problema tirar suas dúvidas, é um prazer responder. Abraço e bons ventos!!

        2. Rogeriooura Responder
          20 de julho de 2017

          Olá Romeu, tenho um desejo parecido. Porém seremos duas pessoas.
          Gostaria de acompanhar seu raciocínio e descobertas!

          1. Pedro Paulo do nascimento
            22 de setembro de 2017

            Boa noite eu adorei o trabalho de vocês com o blog é o meu sonho é viajar o mundo em um veleiro eu estou com 22 anos e estou fazendo faculdade de biologia e juntando uma grana para comprar um veleiro estabelecendo uma meta para 2020 sair do Brasil queria saber por parte dos experientes Qual o melhor veleiro Para fazer uma possível travessia pois quero conhecer ilhas paradisíacas fazer novos amigos sair da zona de conforto pois a vida na cidade hoje em dia tem muita violência e eu quero um meio de vida melhor e mais sustentável

  3. Walter Responder
    5 de dezembro de 2015

    O sonho de ser velejador vive em mim. Pretendo um veleiro 30 pés -de preferência en aço-, não pretendo parar muito, só conhecendo o litoral do Brasil para ganhar a experiência necessária de sair no mundo. Sem ideia de quando voltar.
    Em solitário com uma renda de 3 salários mínimos posso conseguir? E qual o que dá mais manutenção e gastos o veleiro em aço ou fibra e qual o mais seguro?

    1. Will Gittens Responder
      7 de dezembro de 2015

      Olá Walter. Nas condições que você informou, viajando sozinho, velejando continuamente, com 3 salários mínimos/mês vai te sobrar grana. Para mim, 30 pés é muito grande para velejar sozinho, mas eu sou meio maluco e não faço questão de conforto. Sobre o veleiro de aço ou fibra, isso vale um artigo inteiro falando sobre as diferenças. Vou escrever e colocar aqui no Blog para todos tirarem essa dúvida. Abraço e continue acessando nosso blog!!

  4. valmir zimmer Responder
    20 de dezembro de 2015

    Caro Wil! o otimismo é o grande lance humano. Parabens a vc. Estou retomando o sonho guardado do “tal barco”…acredite, nós que amamos o mar e os barcos, já fomos velejadores e naufragos no passado. Abraço! valmir zimmer

    1. Will Gittens Responder
      20 de dezembro de 2015

      Olá Valmir. Quem sabe não nos encontramos nesses mares por aí. Espero que o sonho retomado se concretize o mais rápido possível. Um grande abraço. Will

  5. Douglas Responder
    30 de dezembro de 2015

    Opa Beleza!
    Tava levantando esta hipotese tamben, mas a pergunta que nao me cala é:
    – Comprei o barco, abandonei o trabalho e fui morar no mar, beleza como vou levantar dinheiro agora para manter o barco, alimentação e etc? Qual seria as ideias de vocês para se manterem?

    1. Will Gittens Responder
      31 de dezembro de 2015

      Olá Douglas. Você tem várias opções: Pode levar pessoas para passear e cobrar por isso, pode fazer barco hotel, pode ensinar vela no seu próprio veleiro, ter um blog como nós e capitalizar com venda de livros e banners ou ser Skipper. O lance de ser Skipper é o que me atraí mais, viver de levar veleiros para lá e para cá. Imagine que alguém comprou um veleiro em Salvador e quer levar para Florianópolis, geralmente se contrata um skipper para fazer isso. Isso requer experiência comprovada e um título de Capitão-amador. Acho que chego nesse ponto em uns 10 anos, por enquanto viajo o mundo vivendo com a grana que guardei, mas em breve o Blog e livros me sustentarão. Espero ter te ajudado, em todo caso, tenha um ótimo fim de ano e espero que compre seu barco e viva mais perto da natureza. Abraço!!

  6. kleiton Responder
    25 de janeiro de 2016

    Parabéns pelo blog! Sou um amante do mar e estou prestes a me aventurar pela ‘vela’ ! Abraço a todos!

    1. Will Gittens Responder
      26 de janeiro de 2016

      Olá Kleiton, obrigado por visitar o blog!! Não tem como não gostar de velejar, você que já é amante dos mares vai se adaptar rapidinho. Abraço e continue acessando!

  7. lureinbold Responder
    29 de janeiro de 2016

    ESTOU PESQUISANDO E ADOREI TUAS DICAS… Nao quero um pedaço de terra.. quero um pedaço de mar… e se alguem tiver um veleiro pra me vender…baratinho .. to procurando

    1. Will Gittens Responder
      1 de fevereiro de 2016

      Curti esse seu pensamento, assim que se começa a construir o sonho. Tenho certeza que em breve você está com seu belo veleiro nesses mares. Valeu por ler o blog, continue acompanhando!! Abração.

      1. LuReinbold Responder
        18 de março de 2016

        …estou escolhendo o veleiro….acredito q dentre um mês estou morando nelê estou há 20 pés do meu sonho…:-)

        1. Will Gittens Responder
          22 de março de 2016

          Uau, que maravilha!! Manda fotos para nós colocarmos aqui no blog para incentivarmos os leitores e mostrar que o sonho é possível. Bons ventos!!!

  8. karin Responder
    15 de fevereiro de 2016

    Boa tarde!! Estamos planejando comprar uma escuna, não entendemos muito de navegação mas meu marido é um ótimo faz tudo de carpintaria ao motor ele resolve. Vc tem idéia de renda possível? Pretendemos morar e trabalhar com passeios. Somos um casal com uma filha de 13 anos. Será que rola?

    1. Will Gittens Responder
      16 de fevereiro de 2016

      Com certeza rola!! Sua filha já é grande, vai amar a vida no mar. Sobre os custos, seu marido com certeza conseguirá reduzir drásticamente sabendo fazer as coisas ele mesmo. Lembre-se que tudo que vocês não fizerem, terão que pagar alguém para fazer. Os lucros são enormes, já vi cobrarem em alta temporadas mais de 300 reais por pessoa em um passeio de escuna e você pode fazer uma espécie de hotel cobrando mais de mil reais por uns 4 dias um casal hospedado no seu barco. É um belo plano, coloca alguns itens no papel como combustível e marina e manda ver. Bons ventos e depois volta para divulgar sua escuna aqui no blog!!

      1. Will Gittens Responder
        16 de fevereiro de 2016

        Só lembrando que o ideal será uma carteira de capitão para realizar os passeios, a Marinha do Brasil é totalmente prudente quando se trata de carregar passageiros. Só dar uma estudada e tirar as carteiras necessárias.

        1. Leo Lenny Responder
          17 de fevereiro de 2016

          Bom dia Will !!eu e uns amigos estamos querendo adquirir um barco para moradia ideal com espaço para de 4 a 5 pessoas .
          fazendo uma viajem épica pelos mares em busca de picos perfeitos para surfe e paisagens alucinantes!!sou um novo apreciador do seu blog e gostaria de saber se você tem algum concelho sobre a embarcação ideal é sobre os reais perigos da pirataria

          1. Will Gittens
            18 de fevereiro de 2016

            Olá Leo, obrigado por acessar o blog. Belo plano esse seu, com certeza um veleiro seria a opção ideal pois vocês só utilizariam o vento como combustível. Como a ideia é surfar, eu te recomendo um catamaran já que o calado dele é menor e te possibilitaria ancorar diretamente em uma praia sem correr riscos com corais e pedras que são comuns em áreas como o Havai. Sobre a pirataria, vou escrever um post somente sobre isso, continue acompanhando. Um abraço e bons ventos!

  9. bruno Responder
    21 de fevereiro de 2016

    Olá Will, moro no Sul de minas a 250 km do litoral, tenho um imóvel próprio e trabalho com uma confecção e estamparia, hoje pretendo montar uma loja online e me manter vendendo minhas próprias camisetas, sou solteiro mas desejo direcionar algo diferente para minha vida, meu sonho é trabalhar com intervalo de temporada estocando as camisetas, assim pretendia ir para o mar e me manter com a loja online, e voltar somente para fazer mais camisetas, o problema todo que alem de ter apaixonado pelo mar a primeira vista eu não sou abituado com água, não sei nadar, vc acha que isso seria um problema? superaria o medo? é perigoso para mim? o que seria melhor, suponhamos que eu volte para trabalhar de 3 a 3 meses, alugaria uma marina por pouco tempo, só para estacionar, tipo período de 1 mês? existe isso? ou que vc acha? grato

    1. Will Gittens Responder
      23 de fevereiro de 2016

      Olá Bruno, obrigado por acessar o blog!! O que te salva no mar não é saber nadar e sim práticas seguras de navegação e o uso constante do colete salva-vidas. Inclusive já li sobre grandes regatistas que não sabiam nadar. O problema é que você não poderá realizar alguns trabalhos na água, como a limpeza do casco. Sim, você pode estacionar seu barco em uma marina e deixar ele lá parado 1 mês, muitos donos de barco fazem isso. Acho que você deveria seguir com esse plano e para começar fazer um curso de vela e tirar o arrais que vai te dar na prática algumas noções importantes para a hora que você for comprar o seu barco. Boto fé no seu sonho, manda ver!! Abraço e bons ventos.

      1. 3 de março de 2016

        Bruno, tudo bem? Então.. tenho a mesma ideia sua para me manter numa vida transoceânica… Loja virtual parece ser o ideal para quem pretende sustentar uma vida assim sem poder por hora parar de trabalhar.. No meu caso, estou pensando no Multichine 28. Como quero ter a liberdade de “transatlanticar à vontade”.. hehe.. me parece que esse modelo possue uma excelente configuração para ser tripulado sozinho, ou acomodando até 3 ou 4 pessoas para uma empreitada dessas. Gostaria de discutir minha ideia de loja virtual e trabalharmos juntos para alcançar esse sonho? Estou com 43 anos, e já está mais do que na hora de eu pensar em planejar o meu funeral e últimos dias no mar.

        Gostaira de manter esse contato? Meu e-mail: strazzo@gmail.com

        Qualquer coisa nos falamos.. Abração!

        1. Will Gittens Responder
          4 de março de 2016

          Pô Rogério, 43 anos é metade da vida, tem muito tempo para aproveitar a vida antes de planejar o fim dela. Bons ventos e qualquer coisa que precisarem só falar. Abraço!

  10. 7 de março de 2016

    Eu e meu namorado temos planos de comprar um barco e irmos morar nele, mas eu tenho um cachorrinho e não posso deixa-lo. Cães podem morar em barco também??

    1. Will Gittens Responder
      7 de março de 2016

      Olá Gi, existem alguns prós e contras, mas você não seria a primeira a navegar pelo mundo com um cachorrinho à bordo. A pergunta é tão boa que vou escrever hoje um artigo falando só sobre isso, mas para adiantar, não precisa mudar seus planos, vocês e seu cachorro vão adorar a experiência. Bons ventos e obrigado por ler o blog!!

  11. 5 de abril de 2016

    Olá Will gittens…me animo a te escrever para obter orientaçao; tenho 70 anos, aposentado, boa saude, tranquilo e vivo sozinho. Gostaria de morar em um barco ancorado na baía de Babitonga (Sao Francisco do Sul) e gostaria de comprar um barco que desse pouca manutençao; um pequeno motor diesel para locomoçao dentro da baía; energia solar para tv, geladeira, etc. Pode me ajudar?
    Agradeço e aguardo…muito obrigado.
    Ludwig

    1. Will Gittens Responder
      8 de abril de 2016

      Olá Ludwig, obrigado por acessar o blog! No seu caso, vivendo sozinho, pode optar por um barco menor com menos manutenção e investir um pouco em itens que te proporcione conforto. Escrevi um post com uma lista com diversos veleiros e qualquer um deles beirando os 30 pés cairiam como uma luva para você. O artigo é esse: Melhores barcos para morar. Qualquer dúvida que surgir pode sempre contar conosco. Um abraço e bons ventos!!

      1. Hugo Teixeira de Freitas Responder
        26 de fevereiro de 2017

        Olá, Will, sou mais um afortunado que descobre seu blog por acaso. Parabéns pelo belo, organizado, objetivo e claro trabalho que vem desenvolvendo,ajudando tanto a tanta gente.
        estou numa situação parecida com a do Ludwig, só que mais experiente ainda aos 77 anos. Depois de trabalhar toda uma vida em cidades grandes, em 2000 aposentei-me e vim para uma pequena cidade de praia no Espírito Santo, em Guarapari. Trabalho a ideia de morar em barco mas, principalmente pela idade, não me atrai veleiros, preferindo lancha e estranho que não vejo você referir-se a elas. Então pergunto : o que há de ruim ou desaconselhável com as lanchas. Agradecerei por mais essa informação.

        1. Will Gittens Responder
          6 de março de 2017

          Olá Hugo! Antes de tudo, obrigado pelo elogio ao nosso trabalho, é bom ver que nossa paixão é compartilhada por tantos espíritos aventureiros espalhados por aí. Já adiantando a resposta final, dependendo de como você vai utilizar o seu barco, em uma lancha sairia mais caro, mas lembrando, depende muito de como você vai utilizar. É tudo uma questão de consumo de combustível. Se pretende ficar ancorado em uma marina não vejo problema nenhum, você gastaria pouco combustível para manobras e para passeios pela região. Se sua ideia é cair no mundo, já optaria pelo veleiro, uma vez que você pode contar com o vento e ficar bastante tempo sem precisar de motor. Se o seu sonho é morar em um barco e consegue visualizar melhor morando em uma lancha, manda ver! Acredito totalmente no seu sonho e com um pouco de planejamento ele se realizará com certeza. Obrigado pela visita e qualquer dúvida pode sempre contar conosco. Um abraço e bons ventos!!

  12. Roberto Responder
    6 de abril de 2016

    Bom dia Will, eu, minha mulher e nossa cadelinha estamos em busca de um barco pra morar, estamos querendo um Brasília 32. Estamos muito empolgados pois estamos mais perto do que nunca de realizar nosso sonho.
    A única.coisa que me preocupa um pouco, é que não tenho uma reserva muito grande. A princípio, queremos ficar fora de marinas e gastar o mínimo possível. Quais são suas dicas pra abastecer o barco de água, diesel e alguma forma de ter uma renda, pequena que seja, só para nós mantermos? Eu penso em passeios, mas inicialmente teria que ser no motor (será que tem procura?), pois tenho pouca experiência com vela, somente em veleiros pequenos como hobie cat e dingue. Podemos trabalhar com qualquer coisa. Eu sou piloto e ela professora, não temos medo de trabalho rs, e nem preconceitos!
    Agradeço desde já a atenção!
    Abraços

    1. Will Gittens Responder
      8 de abril de 2016

      Olá Roberto, tudo bem?? Cara, eu acho passeios uma ótima forma de levantar dinheiro enquanto mora no barco. Mesmo que você não tenha muita experiência com veleiros maiores, você vai perceber que não existe muita diferença velejar no dingue ou em um 30 pés. Você pode ir utilizando o motor somente para operações mais críticas como sair e entrar na marina e fique atento na profundidade das águas que está navegando. De resto, manda bala que vai dar tudo certo, cada dia no mar você aprende mais. Valeu por acessar nosso blog!!

  13. Luiz Carlos lopes Responder
    7 de abril de 2016

    Olá companheiro,
    Com muita satisfação que me deparei com seu blogue por acidente na madrugada de hoje. Meu sonho é viver em uma escuna de uns 70 pés trabalhando com turismo, sendo a mesma uma espécie de pousada e realizando passeios. Já olhei pela net umas anunciadas com capacidade de dez hóspedes, penso em fazer um curso para poder dirigi-la e outro de mecânica náutica especial para motorização da embarcação escolhida. Você tem alguma sugestão a me oferecer?

    1. Will Gittens Responder
      8 de abril de 2016

      Olá Luiz, obrigado por acessar o blog!! Fico feliz que você gostou. No seu caso é um pouquinho mais complicado, invista no curso de arrais, mestre e capitão pois você vai precisar dessa licensa para poder operar sem ter problemas com a Marinha. No próprio curso de arrais, você vai ganhar bastante conhecimento prático, já que hoje em dia é obrigatório um período na água. Com o de mestre e capitão você vai ficar profissional. Curso de mecanica para motores de barcos eu realmente não conheço já que minha onda é mais vela, mas você fazendo esse curso vai economizar muito dinheiro depois com manutenção. A melhor sugestão que posso te dar é: Seu sonho é sólido e acredito que você consiga colocar ele em prática. Manda ver!! Um abraço e bons ventos para você.

  14. 8 de abril de 2016

    Olá Will.
    Parabéns pelo site e pelos seus comentários sempre pertinentes.
    Tenho um veleiro de 30 pés e concordo que as despesas são pequenas.
    Tive veleiros de 19 e 23 pés. Eles têm o inconveniente de não ser possível ficar em pé no seu interior o que acaba cansando e o poço geralmente não tem proteção contra o sol e intempéries.
    Achei que devia fazer esse comentário uma vez que já ultrapassei os 60 e tenho visto muitos velejadores com mais idade e outros que pretendem comprar o barco após a aposentadoria, quando a idade exige um conforto maior.

    1. Will Gittens Responder
      8 de abril de 2016

      Olá Paulo, muito obrigado por acessar o blog e se preocupar em adicionar informação para os visitantes que sonham com seu próprio veleiro. Fique à vontade para comentar sempre que desejar e realmente, com o passar dos anos, precisamos ( merecemos ) de um pouco mais de conforto. Um grande abraço e bons ventos para você.

  15. Fernando Responder
    8 de abril de 2016

    Bom Dia Will!
    Eu estou aposentando e tenho uma reserva de uma indenizaçao, eu estou preste a realizar um sonho nao so meu, mais da minha esposa tambem,que e comprar um veleiro para morar .no caso will. seria para eu esposa e meu amigo peludo de quatro patas. will um veleiro de 35 pes seria muito grande para nos . o custo de manutençao seria alto? sendo que nao tenho interesse em ficar em marina.mais se precisar parar o custo e caro? e qual o melhor modelo de veleiro mais seguro e confortavel. wil desde ja agradeço e muito obrigado por compartilhar e ajudar com sua dedicaçao e informaçao, grande abraço e que deus te ilumine sempre !!!

    ATT: fernando nunes

    1. Will Gittens Responder
      10 de abril de 2016

      Olá Fernando, obrigado por acessar o blog e pelas palavras carinhosas! Fico feliz que está prestes a realizar seu sonho, você está no caminho certo. Acredito que você iria gostar muito de um Praia 30, ele é bem seguro e confortável, não somente confortável por dentro, mas um velejo estável devido a ele ser um catamaran. Escrevi um post sobre isso Monocasco vs Catamaran. O Praia 30 nunca teve relato de naufrágio, sendo um dos meus barcos favoritos. Você poderia utilizar uma das cabines somente para seu amigão peludo. Sobre os gastos, um veleiro de 30 pés seria o limite de um veleiro com pouca manutenção e lembrando que as marinas cobram por pé. Se optar por um catamaran, verificar o valor nas marinas pois algumas não tem disponibilidade para esses veleiros, por outro lado, você não precisa de uma vaga tão profunda e pode ancorar em quase qualquer praia nesse mundo. Qualquer dúvida, pode falar conosco que teremos prazer em ajudar. Um grande abraço e bons ventos!!

  16. Marcelo Responder
    19 de abril de 2016

    Bom dia Wil, adorei o seu blog, ele aumentou a minha potência de agir, citando Espinosa, mas tenho uma dúvida, você não contabilizou impostos, existe alguma taxa ou imposto para quem vivem em barco? E seguro quanto custa e vale a pena?

    1. Will Gittens Responder
      26 de abril de 2016

      Olá Marcelo, obrigado por acessar o blog!! Desculpe a demora para responder, mas estava pesquisando melhor sua pergunta pois ela é muito boa. Vamos lá: Os impostos são irrisórios comparados com os custos do barco, somente alguns registros na marinha que não custam mais que 100 reais, impostos pesados são cobrados para quem deseja importar um barco, mas não é esse o caso. Em algumas marinas o seguro do barco é obrigatório e gira em torno de 1% do valor do veleiro, pode ser mais caro em barcos com mais de 20 anos. Acho que vale a pena manter seu sonho protegido sim, mas leia bem atentamente o contrato antes de fechar uma seguradora. Não adianta estar seguro somente no Brasil e pagar uma grana se você pretende passar anos viajando em águas internacionais. Um grande abraço e espero que realize seu sonho!!

  17. 27 de abril de 2016

    Beleza will, tava pesquisando um barco pra morar e me deparei com seu blog.
    É o seguinte estou vendendo meu carro e comprando um veleiro, estou em duvidas entre o ranger 22, atoll 23, o day 23, mas seguinte não entendo nada mas nada de barcos, veleiros ou algo do tipo! O veleiro seria 100% moradia, sou solteiro então acho que daria tranquilamente para morar, outra coisa será que é possível adaptar um chuveiro dentro do veleiro haha pois aqui no sul é frio haha, cara tuas dicas são muito boas me tiraram várias duvidas, desde ja agradeço a tua atenção e o trabalho que faz aqui vlw!

    1. Will Gittens Responder
      28 de abril de 2016

      Olá Nathan, obrigado por acessar o blog!! Os 3 barcos são bons para morar sozinho, são pequenos e menos confortáveis, porém, dão tranquilo para morar, ainda mais sendo seu primeiro barco. O que eu sempre recomendo e não te custará nada é ir visitar os barcos. Liga para os vendedores, mostra interesse em ir conhecer e vai lá ver pessoalmente qual você se sente melhor. Escrevi um post sobre equipamentos para barcos pequenos e um deles é um chuveiro solar, não dá para viver sem banho quente né, ainda mais no frio do Sul!! Você pode ler o post aqui. Qualquer dúvida, volte para perguntar que será um prazer te ajudar. Um abraço e bons ventos!!

    2. Rogerio Moura Responder
      20 de julho de 2017

      Prezado Natan, desculpe me se estou me intrometendo!
      Porém conheci recentemente uma ideia para banho quente incrivelmente simples.
      Uma bombona de pulverizar plantas, 10 litros, ou 20. Uma pessoa consome , neste sistema , 5 litros por banho.
      Com 1/4 da agua aquecida no fogão, temos uma mistura ótima para um banho quente!
      É só adaptar p cabo aplicador, corta-lo, bem curto, e tens uma fichinha na mão!

      Espero que goste da ideia!
      Grande abraço.

  18. Karina Fiuza Responder
    29 de abril de 2016

    Ei Will, legal ter encontrado sua reportagem. Esse ano me formo e o tema do meu Trabalho de Graduação é sobre embarcações como novo modo de habitação contemporâneo. Gostaria de sabem qual a fonte você pegou as informações para esse texto. Se você tiver mais informações para compartilhar seria ótimo! Tenho váááárias perguntas! rs

    Obrigada

    1. Will Gittens Responder
      30 de abril de 2016

      Olá Karina, tudo bem?? Bem legal seu trabalho, mas apesar do Brasil estar começando essa onda, em países como Holanda, França e Alemanha é bem comum encontrar pessoas morando em barco. Todas as informações do blog são baseadas em vivencias pessoais, conversas com quem mora em barcos ou já morou. Nessa minha volta ao mundo conversei com donos de barcos em diversos países e é interessante ver como quase todos tem o mesmo perfil aventureiro e desbravador. Tem bastante coisa aqui no blog para você ver e qualquer dúvida que sobrar, sempre pode nos procurar que amamos falar sobre esse assunto. Um abraço, boa sorte no seu trabalho e bons ventos!!

  19. 5 de maio de 2016

    Em 1 lugar obrigado pelo seu blog; pretendo sair em 4/5 anos, detalhe; quero construir meu barco em madeira e fibra (sou marceneiro) é bastante cedo porém o tempo passa depressa e se descuidar passou. Espero conseguir me organizar da melhor forma possível.Acho que foi bom demais encontrar vocês na Internet. Sou de Ctba-Pr . Um abraço. Orlei

    1. Will Gittens Responder
      5 de maio de 2016

      Olá Orlei, obrigado você por acessar nosso blog!! Ótimo plano, você que é marceneiro vai conseguir construir uma obra de arte. Existem alguns ótimos engenheiros navais que vendem na web seus projetos completos, com plantas em tamanho real e tudo mais que você precisa para construir seu barco em madeira e fibra. O bom disso é que não custa muito comprar o projeto e você que já manja de trabalhar com madeira vai tirar de letra. Qualquer dúvida que você tiver, fique à vontade para nos perguntar. Um abraço e bons ventos!!

  20. Carlos Eduardo de Azevedo Responder
    9 de maio de 2016

    Caro Will: agradeço suas informações, muito pertinentes a propósito, sobre as possíveis despesas e custos de um morador / navegador. Gostaria de lhe pedir informações sobre os “perigos” dessa empreitada, principalmente a respeito sobre os “piratas” do mar. Agradeço antecipadamente sua prestimosa ajuda. Abraço!!!

    1. Will Gittens Responder
      10 de maio de 2016

      Olá Carlos, você não é o primeiro que pergunta sobre os piratas e o perigo de navegar por aí. Acabei de escrever um post sobre isso e acho que responde sua pergunta. Você pode ler aqui. Obrigado por acessar o blog e qualquer dúvida que você tiver, pode nos perguntar sem problemas. Abraço e bons ventos!!

  21. Ronaldo Barleta Basilio Responder
    10 de maio de 2016

    Olá will,parabéns pelo teu blog,sucesso.Moro em Florianópolis e pretendo comprar um veleiro para morar nele,estou começando agora e sei que terei que estudar bastante,mas, acredito que será uma experiência muito enriquecedora e interessante.

    1. Will Gittens Responder
      12 de maio de 2016

      Olá Ronaldo. Obrigado por acessar o blog!! Com certeza a experiência será maravilhosa. Vá sem medo e aproveite que mora em um dos melhores lugares para velejar no Brasil. Um grande abraço e qualquer dúvida sempre pode contar conosco. Bons ventos!!

  22. Samantha Responder
    12 de maio de 2016

    Oi Will,
    Você acha que é possível pensar em volta ao mundo em um delta 26? como fica esse barco num mar muito grande?

    1. Will Gittens Responder
      14 de maio de 2016

      Olá Samantha, obrigado por acessar o blog!! Sim, é possível dar a volta ao mundo em um Delta 26, o mar grande não seria uma preocupação devido ao tamanho, vamos lembrar que o mar quando quer é implacável com barcos de qualquer tamanho. O que você tem que levar em consideração em uma travessia em barco pequeno é o conforto, água e alimentação. Barcos pequenos atingem velocidades menores e você gastará mais tempo na água, sendo assim, precisará de mais alimentos e água potável. Voltas ao mundo já foram feitos com sucesso em barcos bem menores, eu mesmo estou planejando a minha em um menor que o Delta. Com planejamento você irá realizar essa volta sem grandes preocupações. Um grande abraço e bons ventos!!

    2. 22 de outubro de 2016

      Olá Will ! Gostaria de ter sua opinião, tenho pouca experiência com marinas no Brasil . Tenho um veleiro 37″ com calado de 2.30m chumbo com bulbo . Tenho projeto de uma quilha , do projetista , 1.85 m. Você acha que com essa mudança facilitaria meu acesso e mais opções de marinas ?
      Grande abraço

      1. Will Gittens Responder
        27 de outubro de 2016

        Olá Niltom, tirando toda a parte do projeto do barco que não conheço, acredito que vai valer a pena essa redução. São quase 20% a menos de calado. Para termos um número mais adequado, tenho uma lista com umas 200 marinas e seus calados, vou verificar qual é o calado médio das marinas brasileiras e volto aqui para falar. Um abraço, obrigado por acessar o blog e continue acompanhando!

  23. 21 de maio de 2016

    Olá Will!

    Muito bacana e informativo seu Blog, parabéns!
    Eu ainda sou leigo quanto a veleiros, mas me atingiu como um vislumbre a ideia de morar em um. Meu orçamento é um pouco complicado para investir em um imóvel no momento, consigo viver sem muito conforto e sou um pouco de me jogar de cabeça nas coisas (voltei a morar no litoral numa dessas aventuras). Eu ainda teria que juntar mais dinheiro para comprar o veleiro, mas logo de cara já sei que teria que ser uma embarcação pequena (para não pesar na mensalidade da marina) e barata.
    Duas das coisas que me preocupam são justamente a dependência da marina (esta ter vagas, baixo custo e estar bem localizada em relação a meu trabalho, já que dependerei da bicicleta) e a energia elétrica (estou imaginando que cozinhar e guardar comida resfriada deve ser o maior vilão quanto a consumo de energia). Existe algum tipo de gerador para pequenas embarcações capaz de aguentar uma mini-geladeira e um forninho elétrico? Ou eu teria que me alimentar fora mesmo? (Já seria um custo a mais a se considerar)
    E quanto a essa dependência de marinas, existem pessoas que vivem fundeadas em locais públicos (com segurança) ou realmente marinas são as únicas opções? Claro que a marina oferece muito mais conforto e segurança, eu só me sinto um pouco receioso dependendo delas. Apesar que depender de aluguel não é muito melhor também..!

    Eu trabalho como amarrador em um porto e dependo deste emprego para meu sustento. Pelo que vejo é um estilo de vida bem interessante para quem tem uma renda de aluguel ou investimento, mas seria viável para uma pessoa com um emprego presencial como eu?

    Desculpe jogar algumas dúvidas de cara, mas desde que descobri essa possibilidade essa ideia não sai da minha cabeça!

    Um abraço!

    1. Will Gittens Responder
      26 de maio de 2016

      Olá Ian, obrigado por acessar o blog!! Desculpe não responder antes, mas estava na montanha, sem internet 😉 Vamos lá, suas perguntas são bem interessantes. Sobre a geladeira, existem modelos feitos para barcos que consomem bem pouca energia, só para você ter uma ideia, um frigobar normal consome por dia cerca de 1700 watts, um para barcos consome somente 290 watts. Sobre o forno, eu utilizaria um de butano, que é seguro, barato, pequeno e você encontra em qualquer lugar.

      Sobre ancorar em lugares públicos, só conheço gente que faz em lugares afastados, sendo a única opção no seu caso uma marina. Lembrando que ficar em uma marina com um barco pequeno é mais barato que pagar aluguel. Se você já trabalha na praia, não tem problema nenhum morar em um barco, é igualzinho se você morasse em um apartamento, só que muito mais legal!!

      Um grande abraço e qualquer dúvida que ainda sobrar, pode nos perguntar sempre. Bons ventos!

      1. 31 de maio de 2016

        Valeu pela resposta Will,

        Ainda estou um pouco distante de juntar o dinheiro necessário pra um pequeno veleiro. Estou cogitando pra o futuro um Atoll 23, ou outro veleiro de mesmo tamanho (ou não muito menor) e na mesma faixa de preço. Achei alguns em classificados por pouco mais de R$20.000 e aparentemente em bom estado de conservação. Esse mês vou ver se tiro minha carta de arrais amador, em seguida de mestre, já que eu gostaria de ter a carta mesmo que não leve a ideia para frente.

        Pesquisando pela região, a marina mais em conta que encontrei cobraria R$30 por pé. Espero que o preço não aumente muito até eu juntar o dinheiro do veleiro!

        Obrigado por tirar minhas duvidas!
        Abraço

  24. Bruno Responder
    26 de maio de 2016

    Meu sonho dourado é um catamarã com energia solar! Amo o mar!
    Parabéns pelo blog!

    1. Will Gittens Responder
      26 de maio de 2016

      Olá Bruno, realmente é um belo sonho, acredito que você conseguirá. Também sou louco pelo mar, sinto que é meu lugar no mundo quando estou nele. Valeu por acessar o blog!! Bons ventos.

  25. Maycon KT Responder
    3 de junho de 2016

    Estou pensando em construir, desde criança sempre gostei dos veleiros e como meu trabalho é longe da família que mora no Paraná e moro no atualmente no Norte queria construir um veleiro de 27 até uns 30 pés e morar nele pois aqui moro sozinho e meu gasto com moradia está saindo bem mais caro que em uma marina, mas no caso aqui é o rio Tocantins mas quando me aposentar quero levar o veleiro para o mar. Mas ainda vou estudar o planejamento e custos por um ano antes de começar. Não acho valores de construção no Brasil facilmente para ter a base de custos.

    1. Will Gittens Responder
      4 de junho de 2016

      Olá Maycon, valeu por acessar o blog!! Vou fazer uma pesquisa e conversar com uns contrutores e assim que possível coloco no ar os custos para construir um barco no mercado nacional. Continue acompanhando e valeu pela ideia, em pouco tempo consigo te responder de forma precisa. Um grande abraço e não desista dos seus sonhos. Bons ventos!!

  26. 11 de junho de 2016

    O pessoal fala muito em Mar, mas meu sonho é comprar um barco de uns 13 x 3 Mts e viver no Rio Amazonas. Claro além de uma aposentadoria de um salário, vou ter umas economias no banco. Daqui 8 anos vou fazer 70 e acho que é a hora certa. Sou só, filhos criados e quero ficar bem isolado de tudo e de todos. Há 30 anos visito regularmente o Pantanal e Alta Floresta para pescarias. Amo a natureza. Sou Técnico em Informática, mas sei fazer de tudo um pouco. Se alguém souber sobre o Rio Amazonas, comenta aí… Abraços a todos!

    1. Will Gittens Responder
      20 de junho de 2016

      Estava no Pantanal, realmente é um lugar incrível para morar e o que não falta por lá e no Amazonas é rio bom para morar. Boa sorte com o plano e segue em frente que ele é totalmente possível. Um abraço e bons ventos!!

  27. 5 de julho de 2016

    Excelente artigo, Will. De fato, o desafio de morar em um barco está não no custo, mas na capacidade de se desvencilhar de tudo que é supérfluo. Nem todos terão capacidade de morar num 19 pés, mas é possível para uma família morar num 32, 36 pés. E se o custo assusta, existem alternativas muito interessantes. Quem tem tempo e disposição pode construir. Com compensado naval, fibra e epóxi você pode construir um veleiro de 36 pés por um custo menor do que um 36 pés de fibra usado, e com a vantagem de poder escolher o modelo e layout mais adequado. Também é possível construir um barco-casa por um custo menor ainda, em especial se você quer morar na água mas não tem sonhos de dar a volta ao mundo no barco. Outra vantagem de construir é a autonomia: quem fez, conserta e mantém com muito mais facilidade.
    Sucesso e felicidade em sua aventura! Abraços e bons ventos!

    1. Will Gittens Responder
      11 de julho de 2016

      Olá Gustavo, obrigado pela sua visita e contribuição para o artigo. Realmente construir o barco que você vai morar é a melhor opção para realizar esse grande sonho que é morar em um barco. Um grande abraço e volte sempre para fazer seus comentários construtivos. Bons ventos!!

  28. Lucas Responder
    12 de julho de 2016

    Parabéns pelo site, seu trabalho é inspirador. Algumas questões envolvendo custos: quando vc fala em R$ 30,00/pé para aluguel de vaga em marina, isso é um valor padrão ou possui variações? Pergunto isso porque sou do Rio e tinha ouvido falar há um tempo que o custo por pé na Marina da Glória, por exemplo, é bem maior do que isso (estou desatualizado). Também fiquei em dúvida sobre a existência / necessidade de outros valores como, por exemplo, seguro, combustível e taxas. Se a pessoa morar na marina de um grande centro urbano, por mais segura que seja, conviria ter seguro. Vc tem alguma idéia do valor? Existe alguma taxa / imposto equivalente ao IPVA que seja pago anualmente pela posse da embarcação ou para manter seu registro atualizado? Por fim, sobre combustível, se a pessoa utilizar o próprio barco para sustento, disponibilizando-o para passeios turísticos, creio que o custo com gasolina/diesel aumentaria exponencialmente, já que se trata de uma circunstância em que muitas vezes não será possível esperar pelo vento para mover a embarcação. Faz sentido isso que eu disse?

    Mais uma vez, parabéns pelo trabalho!

    1. Will Gittens Responder
      13 de julho de 2016

      Olá Lucas, tudo bem?? Obrigado por gostar do nosso site, amamos falar sobre esse assunto. O valor citado é realmente uma média. Em algumas marinas irá pagar menos e em outras, pagará muito mais. Tudo depende da localização, serviços e várias outras variáveis. Escrevi um post aqui somente sobre marinas onde você pode encontrar mais informações sobre marinas. Sobre o seguro, sim, é comum pagar e muitas marinas pedem que você tenha seguro para utilizar os serviços delas. Continue acompanhando o site que estamos para lançar um artigo somente sobre preços de seguros para barcos menores, até 40 pés. Sobre o custo de combustível, vai aumentar com certeza se você fizer passeios com o motor em funcionamento, porém, é só embutir esse preço no valor que você cobra pelo passeio. Se é seu sonho, manda ver que não vai se arrepender!! Valeu pela visita e bons ventos.

      1. 9 de outubro de 2016

        Olá, gostaria de saber se o valor de ficar na marina com um veleiro é o mesmo de um catamarã,?

        1. Will Gittens Responder
          17 de outubro de 2016

          Olá Rafa, isso depende de marina para marina. Existem algumas que diferenciam o catamarã e cobram mais e outras que não tem diferença, contando somente o tamanho em pés. O ideal é escolher uma região onde deseja ancorar e procurar as marinas ao redor e ver se elas aceitam o seu barco. Um coisa que você precisa saber é se a marina tem capacidade de fazer manutenções no seco em um catamarã, não são todas que conseguem dar esse tipo de suporte. Um abraço e obrigado por comentar aqui no blog. Qualquer dúvida só perguntar. Abraço e bons ventos!!

  29. EDER DI GIUSEPPE Responder
    20 de julho de 2016

    Olá bom dia!

    Por favor me fale sobre a sensação térmica no verão com o barco parado e no inverno.

    Eder

    1. Will Gittens Responder
      27 de julho de 2016

      Olá Eder, boa ideia para escrevermos um artigo. Continue acompanhando que em breve vamos colocar no ar. Um abraço e bons ventos!!

  30. 9 de agosto de 2016

    minha duvida hoje em dia, compro uma casa ou um barco?tenho uma empresa de alimentação sem glúten sem lactose artesanal e natural.não tenho nenhum conhecimento em navegação manutenção, nada sobre barcos.apenas experiencia em passeios e pescarias, mais sempre fui do mar. me pego na duvida cruel..casa ou barco..rsrsrs amo o mar,sou do mar,queria ter guelras para nem ter q vir respirar..rsrsr

    1. Will Gittens Responder
      9 de agosto de 2016

      Olá Lygia, obrigado por acessar o blog!! Você pode viver normalmente ancorada e trabalhar na cidade com os seus negócios, vai depender mais da escolha da cidade do que do barco em si. Seu primeiro passo você já deu, está procurando saber mais sobre o assunto. Você pode hoje mesmo começar a estudar para a prova de Arrais amador e ir conhecendo um pouquinho mais sobre barcos e suas regras. Agora para se apaixonar de vez é fundamental que você faça um pequeno curso de vela em um veleirinho Dingue, quanto mais tempo na água você passar, mais vai se apaixonar. Continue acompanhando!!!

  31. Paulo Roberto Responder
    10 de agosto de 2016

    Bom dia Camarada. Estou planejando viver embarcado com esposa e filhas (14, 11, 6 anos e a caçula de 6 meses) se não definitivamente, ao menos por um bom período. Tenho os próximos 8 anos para fazer minha preparação entre cursos, treinamento e compra de um barco, veleiro preferencialmente, que permita instalar um casal, 4 meninas e uma labradora e que possibilite a vida abordo e que possa agregar vivência a minha família com a experiência da navegação de costa e de travessia. Gostaria de uma orientação quanto ao tamanho e custo de embarcação para atender essa pretenção. Minha intenção, destaco, é viver a bordo tendo a terra firme como local de apoio e trânsição entre uma viagem e outra. Meus objetivos com relação ao padrão de luxo da embarcação seguem uma linha de benefício e eficiência com custo racional. Segurança é uma prioridade.

    1. Will Gittens Responder
      11 de agosto de 2016

      Olá Paulo, obrigado por acessar o site! No seu caso você precisaria de um barco um pouco maior, eu apostaria em um acima de 42 pés para dar conta do casal, filhos e cachorro. Não sei qual seu orçamento, mas começa a procurar uns veleiros maiores que o Cabo Horn 35 e vai olhando até chegar nos Jeanneau 52. Não se assuste com o valor dos Jeanneau no Brasil, ele é o top dos tops, mas vale a pena conhecer. Fique à vontade para perguntar, é um prazer ajudar. Bons ventos!!

    2. Lopes Responder
      26 de outubro de 2016

      Ola, tudo bem? Seu caso tem mesmas características que o meu. Conclusão foi construir um Trawler. Pesquise..abraços

  32. 7 de setembro de 2016

    Boa noite qual sait eu entro pra trocar idéia sobre morar em um veleiro temporário só nas temporadas em Ubatuba SP, sait blog etc

  33. Picolino Responder
    7 de setembro de 2016

    Na verdade que comprar um pra mim passar férias e temporadas

  34. Raphael andreatt burger Responder
    15 de setembro de 2016

    Opa então tô com planos de morar num veleiro me falaram q pode ser possível conseguir apoio financeiro de multinacionais com merchandising pra dar volta ao mundo …alguém sabe dizer se isso realmente é possível…..

    1. 22 de julho de 2017

      Raphael, boa Tarde!!
      Muito interessante sua pergunta. Você conseguiu mais informações sobre a possibilidade de conseguir patrocínio de empresas para seu veleiro?
      Também me interessa esta possibilidade.
      Desde já agradeço
      Abraço

  35. Dayse Responder
    18 de setembro de 2016

    Oi! Eu e meu marido estamos começando a planejar uma vida mais calma, e acabamos gostando da idéia de morar em um veleiro e viajar. Somos um casal jovem e sem filho, por enquanto. Nossa principal dúvida é como manter essa vida. Vi respostas suas dando dicas como fazer isso, mas a idéia que tinha em mente é trabalhar nos lugares que formos no que tiverem precisando. Você acha que isso rola ou é melhor pensar em outras alternativas?

  36. 25 de setembro de 2016

    Olá pessoal!
    Eu também tenho sonhos de água salgada.Estou na fase final de construção de meu catamaram de 26 pés, gostaria de convidar a todos para uma visita no meu blog (barcotiki.blogspot.com.br ).
    No blog apresento a construção desde o inicio, com custos, horas trabalhadas e perrengues.

    Bons ventos a todos.

    Miguel N.

    1. Will Gittens Responder
      3 de outubro de 2016

      Fala Miguel, que beleza de barco heim!! Te mandei um e-mail para combinarmos uma entrevista e mostrar pro pessoal o sonho sendo realizado na prática e tirar algumas dúvidas. Ficaremos sempre a disposição!! Abraço, bons ventos e queremos ver esse veleiro na água.

  37. Peter Responder
    10 de outubro de 2016

    Eu tenho esse sonho e pendo esse texto fiquei com uma dúvida eu no momento não entendo nada de manutenção de barcos, por acaso apreenderei isso quando for tirar a licença para pilotar barcos? Ou preciso fazer alguns curso especializado nisso? Se sim poderia me indicar algum?

    1. Will Gittens Responder
      17 de outubro de 2016

      Olá Peter, obrigado por acessar o blog!! Essa parte de manutenção do barco NÃO é abordada nos cursos de arrais,mestre,capitão ou veleiro. Você tem a opção de ir aprendendo na prática ( acredito que a grande maioria dos velejadores aprendeu assim ) ou ir lendo bastante sobre o assunto. Existem cursos que não são específicos para barcos, mas que podem ser muito úteis: Curso de manutenção em motores, curso de laminação em fibra de vidro, curso de soldador e outros. Eu não me preocuparia muito com isso, o ideal é comprar o primeiro barco com uma boa manutenção já feita e ir aprendendo no dia à dia e focar no aprendizado de técnicas de navegação, meteorologia, rádio, etc. Ficamos sempre a disposição para qualquer dúvida que você tiver. Bons ventos!!

  38. Tiago Responder
    27 de outubro de 2016

    Valiosos conhecimentos a tds nós.
    É o seguinte: uma pessoa que só teve contato com barcos aos 40 anos, pode conseguir navegar com eles e morar neles?
    Valeu e, excelente trabalho.

    1. Will Gittens Responder
      27 de outubro de 2016

      Olá Tiago. Com toda certeza!! Olhe só o exemplo do comandante Tilman. Só foi ter contato com barcos aos 56 anos e realizou grandes façanhas ao navegar mares bem difíceis. Ele navegava na Antartica com 80 anos de idade, hoje a Royal Cruising Club dá uma medalha chamada TILMAN MEDAL para os navegadores mais destemidos que se arriscam em latitudes bem altas. Se você tem esse sonho, não será a idade que vai atrapalhar. Um abraço e obrigado por acessar o blog!!

  39. Paulo braz Responder
    31 de outubro de 2016

    em dois anos me aposento, sonho comprar um veleiro e viajar o mundo! é possível viver bem e realizar meu sonho com uma renda de mais ou menos dez mil reais? pretendo comprar um veleiro não menor que 36 pés, com uns duzentos mil reais, compro um veleiro com um bom ano?

  40. 9 de novembro de 2016

    Sem se importar com muito luxo, o barco que eu queria era aquele que fosse suficiente para uma família de até seis pessoas e coisas básicas de casa com um extra de uma biblioteca.

  41. 21 de novembro de 2016

    Parabéns pela iniciativa, venho acompanhando suas publicações há algum tempo e estou aprendendo bastante com você, até hoje só tive oportunidade de velejar poucas vezes em um Magnum 422 e já foi o suficiente para me tornar um aficcionado, sou mais um pretendente a morar futuramente em um veleiro, mas ainda faltam 10 anos para me aposentar e realizar este sonho, por enquanto penso em adquirir um veleiro de pequeno porte, algo entre 23 e 27 pés, para utilizar como casa de praia nos finais de semana e feriados, após minha aposentadoria, penso em adquirir um veleiro maior de 40 a 50 pés para moradia definitiva, minha família é pequena, apenas eu, minha esposa e minha filha que tem atualmente 10 anos, acredito que 27 pés sejam suficientes para finais de semana, estou procurando há tempos um veleiro de bom custo benefício e me interessei bastante por um Scorpion de 26 pés, gostaria muito da sua opinião a respeito deste veleiro, pois ainda não conheço diferentes modelos e marcas, segue o link do anúncio, http://sc.olx.com.br/florianopolis-e-regiao/veiculos/barcos-lanchas-e-avioes/veleiro-escorpion-26-131299716. Grande abraço e bons ventos. Nelson

    1. Will Gittens Responder
      4 de dezembro de 2016

      Olá Nelson, desculpe a demora para responder, mas estava esperando um conhecido que já teve um Scorpio26 me responder. Não ouvi nada de mal sobre esse veleiro, somente alguns comentário reclamando da quilha curta dele que não ajudam muito na orça. Espaçoso e seguro em condições mais pesadas de mar. Prestar bastante atenção no momento da compra pois nunca sabemos quem era o dono anterior e o cuidado que tinha com o barco. Abração e obrigado por acessar o blog!!

  42. Pedro Responder
    23 de novembro de 2016

    Fala ai Will, moro no RJ capital.

    Achei o site por acaso ao pesquisar preços de alugueis aqui no Rj.
    Consigo alugar um ap bem localizado aqui com vaga de garagem, condomínio etc, por volta de 2500 reais.

    Eis que achei uma matéria no globo de um cara aqui do RJ que foi morar na marina da gloria.
    Eu preciso de lugar pra guardar roupa social, um notebook, um skate, um microondas e um freezer pequeno para mantimentos.
    Qual o tamanho de veleiro você indica? Nunca tive contato com barcos, inicialmente, não teria o interesse em velejar, por medo, falta do contato, mas penso em 1-2 anos arriscar pequenas viagens, estou com 28 atualmente.
    Alguma dica a mais que eu deva levar em consideração?

    Abraços!

    1. Will Gittens Responder
      4 de dezembro de 2016

      Olá Pedro. Um veleiro acima de 26 pés é confortável para uma pessoa morar em uma marina. Se você aguentar o perrengue e enfretar algo menor, dá para deixar um 19 pés ajeitadinho para morar também. Só atenção para a marina que vai escolher pois você precisará de uma fonte externa de energia para ligar o microondas, o restante algumas placas solares daria conta. Dá uma olhada em veleiros acima de 26 que aposto que vai se apaixonar. Um abraço e valeu por acessar o blog!

  43. maurício Responder
    6 de janeiro de 2017

    Eu já comecei a realizar o meu sonho. comprei um Korneuburg K27 ano 1979. Este ano farei um pequeno incurso da Hollanda até Helgolandia na Alemanha e mais tardar em 10 anos estarei largando as amarras direcçao Africa do Sul , Nova Zelandia etc…. No momento deixo o Barco em uma marina e no inverno no seco.Pretendo fazer este ano o SRC pois aqui na Alemanha caso um Barco tenha um Radio a bordo é necessário o certificado de operador para o mesmo, Capitao amador eu já tenho. Vamos ver, é uma jornada grande sair da Holanda ( meu Barco está lá) rumo a Africa doo Sul, faie etapas nos Açores, Cabo Verde, Canarias etc… etc…. Se der… me aposento 5 anos Antes para curtir mais a minha aventura. Abraço para todos e que que o sonho de voces se realize também.

    1. Will Gittens Responder
      7 de janeiro de 2017

      Olá Mauricio, valeu por compartilhar sua experiência. O Korneuburg K27 parece ser bem espaçoso e bem trabalhado. Não encontrei muito material sobre ele, parece ser tudo em alemão ou dutch. Espero que tenha sempre ventos favoráveis na sua jornada. Abraço e bons ventos!

  44. Sidnei Esposito Responder
    7 de janeiro de 2017

    Bom dia!
    Eu e minha esposa estamos querendo morar em um veleiro marreco e trabalhar nele, quais as dicas que você pode nos dar?
    Outra dúvida… Pretendemos ficar em uma represa ou ancoradouro… Um veleiro desse de 16 pés é suficiente para duas pessoas? E não vi chuveiro.. tem como estalar?

    1. Will Gittens Responder
      7 de janeiro de 2017

      Olá Sidnei. Obrigado por acessar o blog!! Olha, morar sozinho em um 16 pés já é para poucos. Um marreco 16 é veleiro que quem tem gosta, porém, morar 2 pessoas nele tem que ser bem roots. Imagine morar em uma barraca de até 6 pessoas. Tenta um de 19 que será bem mais confortável.

      1. Sidnei Esposito Responder
        12 de abril de 2017

        Bom dia..Compramos um rio 20, estamos reformando a três meses, se tiver interesse mando fotos de quando compramos e de agora reformado.. eu e minha esposa que reformamos, estamos na represa Guarapiranga em SP,

        1. Will Gittens Responder
          1 de junho de 2017

          Opa, mande sim!! Vamos adorar divulgar aqui para o pessoal se inspirar. Parabéns pelo barco, com um desses dá para ir longe meu amigo. Grande abraço e bons ventos!!

  45. Alexandre Responder
    15 de janeiro de 2017

    Primeiro de tudo, parabéns por estar sempre tornando real esse sonho em nossas vidas… Muito bom ler as matérias e perguntas/respostas com tanta vontade …
    Muito legal, parabéns!

    1. Will Gittens Responder
      21 de janeiro de 2017

      Olá Alexandre. Obrigado por acessar o blog e principalmente gostar do nosso conteúdo. Amamos falar sobre esses assuntos e é um verdadeiro prazer poder compartilhar. Um abraço, continue acompanhando e bons ventos!!

  46. Kaique Responder
    20 de janeiro de 2017

    Bom dia!
    Gostaria de saber quanto você acha que sai um barco de 42 pés novo para comprar, com no mínimo 2 quartos?
    Poderia me informar por favor?

  47. Newton Ferreira Responder
    23 de janeiro de 2017

    Parabéns Will pelo seu blog. Tenho 49 anos e no ano passado realizei o sonho de comprar um veleiro 23 pés apesar de velejar desde os 14 anos com monotipos laser dingue e hc16. Realmente fico animado vendo vc falar de barcos pequenos pois sempre vejo velejadores falarem com reservas de barcos de 23 pés em águas desabrigadas… moro no Rio e meu barco fica em poita na Urca e penso em conhecer a Ilha Grande mas fica sempre a dúvida na segurança de um 23 em mar aberto. Qual o tamanho do barco que vc deu a volta ao mundo?

    1. Franco Pontillo Responder
      24 de setembro de 2017

      Newton, vc teria contato de alguém que tivesse poita pra vender na urca?

  48. 9 de fevereiro de 2017

    Oi Will! Eu e meu companheiro amamos seu blog, que alma inspiradora a sua, parabéns. Também temos esse sonho, mas está vindo um filhote(a). Fiquei curiosa se vc já conheceu casais com bebês viajando, se sabe qual seria a idade mínima bacana para morarros/viajarmos em um veleiro. Penso que com 6 meses já conseguiríamos, mas é só um chute. Se tiver alguma experiência/ história compartilhe com a gente! Muito grata! Bons ventos!

    1. Will Gittens Responder
      6 de março de 2017

      Olá Tamy. Primeiro obrigado por gostarem do blog, é um verdadeiro prazer ter contato com os leitores de um assunto que sou tão apaixonado. Olha, não é comum encontrar velejadores com crianças pequenas em travessias, porém, não vejo problema em morar em um veleiro ancorado enquanto cuida do bebezinho. O que posso te dizer é ir aos poucos, sentindo como o novo membro da família se comporta dentro de um barco, se não vai enjoar, sentir muito calor, etc. Aposte no seu sonho, um passo de cada vez e quando menos se espera já está vivendo ele. Parabéns para o casal e muita saúde para o novo marinheiro(a)!! Bons ventos!!!!

  49. Danilo Silva Responder
    13 de fevereiro de 2017

    Saudações pessoal, tbm tenho esse sonho, mais tbm tenho muitas duvidas e muito medo do mar, um veleiro 19 pes do qual foi citado acima, a meu ver não oferece muita segurança. tenho apenas 25 anos, como posso ir me preparando para conseguir realizar meu grande sonho, falo financeiramente ( quanto foi precisar ter em caixa pra mim manter) e habilidades pra o manejo em alto mar.

    1. Will Gittens Responder
      6 de março de 2017

      Olá Danilo, obrigado pela visita!! Olha, eu como uma pessoa que já me meti em muita furada em aventuras por aí posso dizer que todo medo é saudável. O problema é quando ele fica incontrolável e atrapalha sua vida. O mar realmente é implacável quando quer, afunda desde um navio cargueiro até um pequeno veleiro, o que nos dá segurança é saber as regras de navegação, consultar adequadamente as cartas náuticas, entender um pouco de meteorologia e cuidar da manutenção do barco como se sua vida dependesse disso. Voltas ao mundo épicas foram feitas em barcos menores que 19 pés! Dá uma lida nesse artigo sobre meios de ganhar dinheiro morando em um barco que você vai gostar. Um abraço e bons ventos!!

  50. Roberto Responder
    28 de fevereiro de 2017

    Um dia chego lá. O projeto é construir um barco até 26′ em, no máximo, cinco anos e, nesse tempo, me organizar pra morar a bordo e viajar pelo mundo. Parabéns pelo excelente e inspirador blog. Sucesso e bons ventos!

    1. Will Gittens Responder
      6 de março de 2017

      Olá Roberto, 5 anos é um bom prazo para organizar tudo, manda bala que logo logo você estará velejando por esses mares. Obrigado pela visita e volte sempre para compartilhar como está o andamento do seu sonho. Abração e bons ventos!!

  51. DIOGO Responder
    21 de março de 2017

    PARABÉNS PELO BLOG CONHECI ALGUM TEMPO E RETORNEI HOJE BUSCANDO INFORMAÇÃO SOBRE COMO MANTER ESCUNA E GASTEI UM TEMPO HOJE LENDO SUAS RESPOSTA PARABÉNS AMIGO,PRETENDO EM UM FUTURO PRÓXIMO COMPRA UMA ESCUNA ESTOU ESTUDANDO COM MINHA ESPOSA PARA TRABALHAR NO TURISMO,QUASE FECHAMOS UMA E VENHO A CRISE E FALIMOS MAIS NÃO PERCO A ESPERANÇA AMO O MAR E PRETENDO SEGUIR,COM O OBJETIVO E ESPERO QUE MINHA FILHA VIVA BEM TAMBÉM SEM ESTA CORRERIA DE CIDADE GRANDE QUE APROVEITE A VIDA,ESTUDE TUDO MAIS,AQUI TRABALHAMOS TRABALHAMOS E SOMENTE ISTO FICAMOS A MERCE DO SISTEMA SEMPRE PARA GANHAR MAIS E MAIS E FAZER DIVIDA ISTO NÃO É VIDA PRETENDO QUE MINHA FILHA CRESÇA COM OUTRO TIPO DE APRENDIZADO E VIVA BEM,COM QUALIDADE DE VIDA SEM A LOUCURA DAQUI DE SÃO PAULO UM ENGOLINDO O OUTRO

    1. Will Gittens Responder
      22 de março de 2017

      Olá Diogo, Obrigado pelo retorno, é um prazer nosso responder cada um dos nossos leitores. Com certeza você vai realizar o seu sonho, só continuar batalhando por ele que logo logo ele está entre os seus dedos. Eu sempre fui maluco pelo mar e aventuras, aos 17 decici que iria para as forças armadas mas não recebi nenhum apoio familiar e quando fui liberado do exército, mesmo pedindo para servir, esse sonho quase morreu. Só contei isso para dizer que você está dando uma chance de ouro para sua filha, de poder conhecer mundos diferentes. Ela terá mais chance de acertar o que fazer do futuro tendo uma visão mais aberta, não vai precisar bater tanto a cabeça como nós para realizar os próprios sonhos. Um abraço e siga em frente marujo, bons ventos!

  52. jairo nekel da silva Responder
    1 de abril de 2017

    boa noite.
    a anos tenho este sonho viajar pela costa
    comprei um veleiro 23 pes
    por falta de experiencia nao prestei ateçao na clacificaçao do barco
    esta como navegaçao interior
    terei problemas ao navegar nas costas brasileira
    pretendo subir ate o nordeste
    existe muita fiscalizaço etc.

    1. Will Gittens Responder
      1 de junho de 2017

      Olá Jairo, até onde sei o que determina onde um barco pode ir é o comandante. Para você navegar nas costas brasileiras precisa ter uma licensa de Mestre-amador emitida pela Marinha. Os fabricantes criam essas classificações ( abrigado, cruiser, regatta ) para informar o cliente sobre as limitações e caracteristicas de cada barco. Coloca aqui o modelo do veleiro que você comprou que podemos te ajudar melhor. Grande abraço!!

      1. Will Gittens Responder
        11 de junho de 2017

        Olá Jairo,
        Fiz uma pesquisa maior e eu estava errado, não é permitido navegar em águas diferentes da classificada. Dá uma lida melhor nesse artigo que escrevi. Obrigado e desculpe o furo!

  53. Flavia Responder
    16 de abril de 2017

    Oi ! Tudo bem ?
    voce sabe se existem marinas na grande Sao Paulo para ancoragem permanente ?

    1. Will Gittens Responder
      1 de junho de 2017

      Olá Flávia, essa foi uma ótima pergunta. Conheço algumas marinas em SP mas não me lembro de ver locais onde você possa morar. Vou pesquisar e disponibilizar essa informação aqui no site. Valeu!!

  54. 19 de abril de 2017

    estou estudando em comprar um veleiro 32 pes para morar

    1. Will Gittens Responder
      1 de junho de 2017

      Um 32 pés é um senhor barco para morar, eu diria que é o tamanho ideal para um casal morar. Abraço e bons ventos!!

  55. João Responder
    11 de maio de 2017

    Olá, Muito legal seu Blog.
    Sempre fui apaixonado por barcos e pelo mar (mesmo sendo do interior) e agora moro no Rio de Janeiro e tenho o sonho de algum dia morar num Barco, de preferência, um veleiro. A questão é que meu trabalho não é dos mais compatíveis com a vida na natureza, e pode parecer contraditório eu querer viver num barco e ser programador, mas é isso aí, sou programador, amo meu trabalho, e adoro Barcos. No meu caso não seria um problema trabalhar em locais distantes do escritório, a questão é que sou dependente da Internet. Preciso dela pra fazer reuniões à distância, pesquisas e além disso, uso no trabalho muitas ferramentas que uso são via WEB.

    Vocês conhecem alguém que vive em um barco ancorado numa marina? Como é o acesso à internet nesses locais? É possível trabalhar com uma conexão de rede móvel?

    1. Will Gittens Responder
      1 de junho de 2017

      Olá João, não se preocupe que existem vários programadores morando em barcos, eu mesmo na travessia do Atlântico em um navio de carga consegui escrever para o blog, não vejo problemas em enviar um código ou emails via satélite no meio do mar. Geralmente a internet das marinas é boa, só que a antena pode ficar longe de você e você não ter um bom sinal. Isso se resolve com um roteador e uma antena grande feita para captar sinal em um raio de vários kilometros. Sua profissão não é um problema, dá para trabalhar tranquilo morando em um barco ou trailer. Abraço!!

  56. Melissa Carneiro Responder
    15 de maio de 2017

    Olá boa tarde!

    Estou visitandobseu blog, pois tive a ideia louca de comprar um barco para morar, não tenho nenhuma experiência é possível ? Existe um curso para se fazer, pretenderia ficar em Marina.
    Obrigada .

    1. João Responder
      29 de maio de 2017

      Olá, Melissa,

      Ando pesquisando sobre isso a algum tempo. Encontrei uma lista de escolas em vários estados. http://www.solbrilhando.com.br/Esportes/Iatismo/Escolas_de_Vela.htm

    2. Will Gittens Responder
      1 de junho de 2017

      Olá Melissa, você pode começar com um curso de Arrais amador, já terá a noção básica da vida no mar. Acredite ou não, os conhecimentos do arrais são fundamentais na hora de entrar e sair da marina, além de ser obrigatório para veleiros com motores. A partir daí você pode partir para um curso de veleiro mesmo, existem vários muito bons no Brasil. Não se preocupe que sua ideia não é louca, mais louco é quem se contenta em morar a vida toda no mesmo cubo de concreto. Valeu pela visita e qualquer dúvida só perguntar!!

  57. Chef du Responder
    24 de maio de 2017

    Olá amigos ,desculpe a intromissão ,sou chef de cozinha moro atualmente em bonito MS,devo me mudar para Paraty em março 2018 .
    Onde já morei por dois anos em terra ,tive o privilégio de morrar a bordo de um veleiro 23 pés durante 2 meses ,foi quando decidi o queria para mim,
    Acabei de comprar um atoll 23 que estou terminando de montar alguns itens que acredito que me dará maior conforto .
    Gostaria de entrar em contato com algum amigo que já viva abordo e que posso me dar algumas dicas pois sei que 2 meses que passei a bordo não é lá uma grande experiência rsrsrs.
    Grato .

  58. Diogo Toshio Responder
    31 de maio de 2017

    Will, primeiramente parabéns pela página! É exatamente o tipo de coisa que você encontra, lê e pensa: “Esse sonho é viável sim!”
    Tenho 33 anos, trabalhei por 17 em uma multinacional que me proporcionou muitas experiências em viagens mundo afora e isso fez com que eu passasse a ver o mundo com outros olhos e buscasse algo mais do que uma vida corporativa, sendo assim, em 2015 abandonei minha carreira e decidi abrir minha empresa, que aos trancos e barrancos sobrevive mesmo nesta maré ruim. rs
    Em uma de muitas das viagens, tive a oportunidade de morar em Amsterdã e foi lá que conheci um senhor que vivia ancorado próximo à um dos canais da Red Light e me fez entender que morar em um barco não é fácil, mas que também não é coisa de outro mundo. Coincidentemente na mesma semana vi um documentário do Kevin A. Fraser sobre David Welsford que realizou o sonho de muita gente aqui (https://www.youtube.com/watch?v=Aub3MkFxpHE). A partir daí criei dentro de mim um desejo de poder viver essa vida (não para sempre, mas por um período), pois acredito que acumular experiências de vida é o que faz você se sentar com uma cerveja na mão e saber que a vida tem valido a pena e quando chegar a minha hora de partir eu vou dizer: “OK, já aproveitei muito aqui!”
    Meu plano de no próximo ano comprar meu próprio veleiro, aprender mais sobre navegação e ter mais experiência para daqui 3 anos poder alugar meu apartamento, vender a empresa, meu carro e revisitar os locais dos quais conheci, para viver sob outra perspectiva, sem hotéis, sem estrada, sem escalas…
    Você acredita que um veleiro de 28 pés é muito grande para apenas uma pessoa?
    Mais uma vez, parabéns pela página!!

    1. Will Gittens Responder
      1 de junho de 2017

      Olá Diogo, obrigado pelo acesso e pelo comentário. Não acredito que um 28 pés seja muito grande, coloco ele na categoria de barcos que eu teria, talvez um pouco menor como um 26 pés. Dá uma visitada em uns Fast 260 ou em algum Delta 26 que são mais fáceis de encontrar no nosso mercado. Seu sonho está bem estruturado, continua firme que logo você está navegando por aí no seu próprio veleiro. Um grande abraço e bons ventos.

  59. Danilo Responder
    19 de junho de 2017

    Oi, tudo bom?
    Gostaria de saber quais documentos seriam necessários para uma viajem ao mundo, como funciona a chegada em outro país, vou direto a um consulado? Se a marinha do país te parar qual é o procedimento? E quanto a imigração e receita federal?
    Desde já agradeço

  60. Fatima Farias Responder
    2 de julho de 2017

    Adorei a matéria.Li os comentários.Sou nova no ramo…Qro muito viver em um barco.Não entendo nada ainda de barco.Queria saber qual o tipo de barco para duas pessoas.

  61. Ricardo Responder
    6 de julho de 2017

    Olá Will, tudo bom?
    Eu pretendo vender meu apartamento e comprar uma cimitarra 360 pra morar no litoral de bertioga. Sabe me dizer se eu gastaria muito com mecânica visto que só usaria o barco aos finais de semana? Comprando esse barco novo quanto tempo acha que consigo ficar com ele sem ter muita dor de cabeça com eletrica, hidraulica e demais situações por que nao sei se cimitarra é uma marca boa? E como ultima dúvida, esses barcos maiores com mais acabamentos podem ficar em vagas molhadas tranquilamente durante todo o ano que não dá problema de infiltração ou algo parecido? Grato desde já pela sua ajuda.

  62. eduardo Responder
    16 de julho de 2017

    Meu amigo, parabens!
    Sua pagina esta ótima, objetiva, esta tirando muitas minhas duvidas, ja adicionei nos meus favoritos!
    Graaaças a Deus que esta chegando minha aposentadoria (um aninho), nasci numa familia do mar , trabalho embarcado, na folga sou instrutor de mergulho, sou mestre amador e estou preparando pra prova de capitao… tenho sangue salgado, se eu e meu golden (nome bombordo) nao sentimos o mar ficamos mau humorados e cheio de cracas rsrs!
    Estou interessado em um catamara dolphin (Brasil) e sou apaixonado pelo lagoon, pena que no Brasil tudo é muito caro, entao se nao achar o dolphin aqui no Brasil, vou partir pra comprar lá fora e morar por lá e tchau. A dica que dou : A vida passa tão rápido, o triste é que só notamos isso quando ela já passou, portando meus amigos, nao escute ninguém que te empurre pra tras, escute somente os loucos, FAÇA! Tenho amigos que estao morando em veleiros em BVI, bonaire…passei uma temporada com eles pra sentir se é a minha parada, sem comentarios. BONS VENTOS A TODOS!

    1. Will Gittens Responder
      17 de julho de 2017

      Olá Eduardo, obrigado por acessar o site! Fico muito feliz que um marinheiro com tanta experiência como você goste do nosso conteúdo. Sobre os veleiros só posso dizer uma coisa: O senhor gosta de barcos nota 1000 heheheh, acho um bom catamarã produzido aqui é o Praia 30, para mim seria uma verdadeira mansão. Um grande abraço e bons ventos!!

  63. Eduardo barracuda Responder
    18 de julho de 2017

    Meu amigo Will, sou um curioso na náutica e com muita vontade de aprender, ainda estou no pier, aguardando ansiosamente pra soltar as amarras!
    Comprar o barco lá fora e não trazer para o Brasil, o dinheiro já tem que está em um banco lá fora, certo? E como abrir uma conta lá fora estando aqui no Brasil e qto posso depositar nesta conta corrente mensalmente sem ser taxado ou é de qq maneira, nt como fugir dos impostos?
    Alguém pode enviar o caminho das pedras, isto é , como abri está conta on line e qual banco que oferece segurança ?

  64. Joésio Silva Salmerón Responder
    24 de julho de 2017

    Boa tarde meu agora amigo e futuro orientador! Estou cursando Engenharia de Pesca na UFS e agora solteiro, depois de 23 anos . Então ao invés de comprar uma casa, comecei a acalentar a ideia de um barco maior que uma lancha em que possa morar, já que estou só e pode se tornar um pouco mais prazeroso até pelo curso. Precisando de boas ideias para colocar em prática esse meu objetivo.

    1. Will Gittens Responder
      13 de agosto de 2017

      Fala Joésio, começa a dar uma olhada em barcos com seus 26 pés. Dá uma procurada na internet e vá visitar alguns mesmo que não tenha dinheiro ainda para comprar. Isso já te dará uma visão mais ampla se o tamanho é adequado ou você precisa de algo maior. Essa é a melhor dica que posso te passar nesse momento inicial. Manda ver que seu sonho é viável e muito prazeroso. Grande abraço e bons ventos!

  65. 26 de julho de 2017

    Olá. Estou comprando um barco para morar nos rios da Amazônia.
    Desde 2006 que viajo para a região com intenção de remar e cada vez fui ficando mais.
    Em abril fui remar no rio Trombetas no Pará, já com a intenção de encontrar um barco para comprar e achei um do jeito que eu pensava.
    Dia 16 de agosto sigo para Santarém para assumir o barco e morar por 3 a 30 anos nos rios da Amazônia, indo de comunidade em comunidade.
    Sou astrólogo e só preciso de sina de internet para atender meus clientes com mapas em vídeo enviados para o youtube em link privado, então, independente de onde eu estiver, só preciso estar ligado na internet umas horas por dia.
    Caso alguém deseje passar uns dias comigo, basta entrar em contato e conversamos.
    Construí 6 caiaques desmontáveis e estarei levando para o barco 4 deles, com isso, poderemos remar com o barco de apoio.
    Basta procurar Paulo Randow no Google e Youtube e me encontram com facilidade.
    Abraços e vamos navegar.

  66. Eduardo Manoel Sant'Ana Neto Manoel Sant'Ana Neto Responder
    31 de julho de 2017

    Parabéns pelo material divulgado …. Quanto custa morar em um barco. Vou aplicar o estudo de custos ao valente Rio 20 projetado por Roberto Barros.

    1. Will Gittens Responder
      13 de agosto de 2017

      Olá Eduardo, obrigado pela visita e comentário. Boa sorte nos seus planos e que os ventos sempre soprem ao seu favor. Grande abraço.

  67. Haroldo Responder
    3 de setembro de 2017

    Adorei o blog!!
    Parabéns!!@

  68. Ismael barbosa Responder
    19 de setembro de 2017

    Olá gostaria muito de morar em um barco com minha esposa mas não tenho nenhum conhecimento sobre barco tamanho etc . Gostaria de umas dicas ficarei grato

  69. Pedro Paulo do nascimento Responder
    22 de setembro de 2017

    Boa noite….Quero saber Quais Os Procedimentos Para Uma viagem Sem Destino pretendo Ir Até á polinésia francesa ou Quem Sabe Até mais Alem Pretendo Partir em 2020 Quero Adquirir Esperiencia No Mar Pois Se Que ele é emplacavel

  70. paulo Responder
    24 de setembro de 2017

    Ola Will tenho 22 anos moro em Natal é o meu sonho sempre foi velejar até a Polinésia Francesa mas tenho dúvidas em relação ao barco em relação ao casco de fibra ou de alumínio na sua opinião um veleiro para 4 pessoas qual seria o melhor modelo tenho dúvidas em relação a quilha Quanto você acha que seria um gasto inicial para comprar um veleiro para fazer essa viagem o veleiro para 4 pessoas Pois estou fazendo de tudo para economizar para em 2019 sairmos daqui a minha meta em fevereiro de 2019 está saindo das águas brasileiras rumo ao meu sonho …… parabéns pelo trabalho Emplacavel no blog

  71. Rafael Severo Responder
    22 de outubro de 2017

    PARABÉNS, SR. WILL GITTENS , POR TER ESSE BELO COMPORTAMENTO, PARTILHANDO SEUS CONHECIMENTOS, E MUITA PACIÊNCIA , CONTINUE. OBRIGADO.

  72. Felipe Tavares Responder
    28 de outubro de 2017

    Will boa tarde! Que Deus continue te iluminando e guiando cada passo! Pessoas como você nos inspira e nos aproximam dos nossos sonhos a cada palavra! Sua energia e dedicação para reponder cada post é inspirador…isso melhora o mundo! Conheci por acaso seu site ontem, ao procurar sobre custo x benefícios de veleiros para se morar. Já li grande parte das matérias e posts, agora não consigo mais parar de pensar!
    Sou um grande entusiasta do mar, nasci e morei no litoral do ES até os 26 anos…me apaixonei pela pesca sub e até tive um contato com veleiro em Salvador pela Bahia de Todos os Santos…Obrigado por todas as dicas! Estou hoje com 33 anos, agora é trabalhar para realizar esse sonho!

    Antes de terminar…Me chamou muita atenção os comentários sobre o catamarã Praia 30 sobre estabilidade aos balanços, confiabilidade, zero histórico de naufrágios, espaço, pouca exigência de calado (facilidade de acesso). Sobre os contras: sobre nem todas as marinas permitirem acesso para paradas, manutenção no seco, sobre taxas. Comenda algum artigo sobre catamarãs x monocasco? É um bom projeto para iniciantes? Para viagens em no máximo 4 pessoas inicialmente pelo Brasil? Indicaria algum dono de um desses para conversa direta sobre custos?

    Um grande abraço.
    Felipe

  73. Elder Stark Responder
    8 de novembro de 2017

    Olá Will, primeiramente gostaria de agradecer as suas ótimas postagens, sempre com um conteúdo interessante e relevante para quem é sonhador.

    Estou me estruturando para poder realizar o sonho de cruzar o mundo no futuro e uma das minhas duvidas para este momento é sobre a compra do barco.

    Tenho visto os preços em outros países e são bem melhores e com boas opções. E neste ponto vem a dúvida, vale mais apena comprar o barco aqui no Brasil ou diretamente lá fora? Já possuo um R22 onde curto bastante mas para viajar pelo mundo quero um barco de pelo menos 32 pés (de 32 à 40)

    Grande abraço.

Participe! Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*