Sete motivos para incluir Florença no roteiro e gastar pouco!

Data: 24 novembro, 2015

Categoria: Mochilão

Das sete cidades italianas que visitei em meu mochilão pela Europa, Florença certamente se tornou minha favorita pela beleza, pelo povo e por sua história.

Florença é a terra de Dante Alighieri, é a cidade onde Michelangelo desenvolveu grande parte de sua maravilhosa obra. É considerada o berço do Renascimento italiano e uma das cidades mais lindas do mundo.

davi_michelangelo

Não é por menos que eu me apaixonaria por ela! E como fiquei cinco dias hospedada na cidade para usá-la de ponto fixo para fazer bate-voltas para Veneza, Pisa e Cinque Terre, pude explorar muitos cantos e conhecer pessoas e locais legítimos fiorentinos.

A maioria desses lugares tem visitação gratuita e possui em si uma história muito bacana, uma beleza arquitetônica de tirar o fôlego e muita vida borbulhando para todo lado: turistas do mundo todo, residentes da cidade em suas rotinas de trabalho, famílias, artistas de rua, vendedores ambulantes. Dá pra investir horas em cada um deles.

Por isso, eu tenho na ponta da língua uma lista de lugares imperdíveis para conhecer em Florença, na Itália, e o melhor de tudo: a maioria dos lugares é grátis! 🙂

1- As mais lindas Piazzas!

Assim como em Roma, em Florença você encontrará muitas praças com obras de arte, fontes, bancos, lojas ao redor e muita vida! Deleite-se!

Della Signoria: uma praça linda, enorme, cheia de esculturas maravilhosas por todos os lados que enchem os olhos e rendem ótimas fotos! Está localizada no centro da cidade, ali está a sede do poder civil (Palazzo Vecchio) e uma infinidade de lojas, cafés, sorveterias ficam ao seu redor.

piazza_signoria

Della Republica: a praça ferve de artistas de rua que se apresentam em frente aos diversos restaurantes que servem a tradicional bisteca fiorentina. Se não tiver grana para a bisteca, compre um belo sorvete (imperdível em solo italiano, principalmente em Florença!), sente na praça e curta o movimento, o carrossel, as lojas… é incrível!

piazza_republica

Michelangelo: essa praça fica um pouco mais afastada, mas o passeio a pé até ela é delicioso pela margem do rio Arno. Chegando próximo à praça, é preciso subir vááários lances de escada que vão te apresentando lentamente a vista mais linda que você terá da cidade! Lá no alto, há sorveterias, bancos para sentar e apreciar a vista, e uma réplica de bronze da escultura de Davi, de Michelangelo. Coisa linda!! Se você não pretende investir no museu Dell´Accademia, onde encontra-se o Davi original, você precisa (mais ainda) conhecer essa praça!

piazza_michelangelo

Del Mercato Nuovo: nessa praça há uma espécie de feira com todo tipo de coisa, mas o mais bacana mesmo é o javali de bronze conhecido como Porcellino. Diz a lenda que você deve encostar a mão no focinho dele para voltar a Florença, ou fazer um pedido e colocar uma moeda na boca do javali, para que caia no “ralo” que há em frente dele e se realize!

javali_florenca

2- Ponte Vecchio

É a ponte mais antiga da cidade e foi construída em 1345. Em cima dela há diversas lojinhas, como era comum na Idade Média. São lojas de joias, ouro, diamante…  é brilho pra todo lado! Vale o passeio por cima dela e pelos arredores, pois renderá fotos e memórias muito bacanas.

ponte_vecchio

3- Vicollo dell´Oro

Quando você estiver vindo do centro em direção à Ponte Vecchio, pare por um instante antes de entrar nela, vire à direita nas margens do Rio Arno e você verá uma viela meio escondida. Dentro dela há alguns hotéis bacanudos e frequentemente é instalado ali alguma exposição de arte. Veja só que bacanas as instalações quando passei por lá, em junho de 2014!

dell_oro

4- Duomo Santa Maria del Fiore 

É a catedral da cidade. Enorme, cheia de detalhes, localizada em uma praça repleta de restaurantes, bares, cafés, sorveterias, lojas. Seus desenhos e detalhes externos são tão lindos, que eu arrisco dizer que você nem precisa entrar nela. A contemplação do lado de fora já vale muito a pena, ainda mais se você pensar que a catedral como vemos hoje é resultado de mais de 600 anos de trabalho!

santamaria_fiore

5- Calcio Storico Fiorentino

Isso foi uma das coisas mais bacanas que aconteceu em meu mochilão! Estava eu em Florença, quando descubro, com a ajuda de um amigo que morava em Bologna, que ocorreria na cidade, naquele final de semana, o evento mais tradicional deles! O Calcio Storico Fiorentino é um esporte super violento nascido em 1530 e jogado pelos quatro distritos históricos de Florença. Tem início sempre no meio do mês de junho.

Tudo começa com um desfile de tirar o fôlego, no qual é possível acompanhar homens, mulheres, crianças, cavalos devidamente trajados e fazendo cortejo para os jogadores, que passarão como num exército, encarando aqueles que assistem ao desfile pré-jogos.

calcio_fiorentino

Os jogos são transmitidos pelas TVs locais e os bares ficam lotados de fiorentinos acompanhando o jogo que se assemelha com o futebol (daí o termo calcio), mas com muita pancadaria a la MMA.

Assistir aos desfiles é de graça! Já os jogos, são pagos para quem quer assistir na arena.

6- All ´antico Vinaio

Eu queria muito conhecer algum local frequentado por fiorentinos e um rapaz que trabalhava no hostel me indicou o All ´antico Vinaio, um lugar super pequenininho, especializado em panini (sanduíches no pão de ciabatta) com recheios frescos, típicos italianos, deliciosos!!

O lugar vive lotadíssimo de turistas e moradores de Florença. Com 5 euros (em junho de 2014), comprei um panino enorme, super recheado de ingredientes típicos, que comi no almoço e no jantar, de tão grande!! E por mais 1 euro, tomei duas taças do vinho da casa! 🙂

guloseimas_florenca

7- Sorveteria Venchi

Aqui você também vai ter que investir um pouquinho, mas provará um dos melhores sorvetes de sua vida por cerca de 4 euros! 😉

Localizada na praça Mercado Novo (mesmo lugar do Javali!), a sorveteria teve sua primeira unidade aberta em Milão em 1897, e é especializada em sorvetes e chocolates… uma maravilha!! Há algumas lojas da Venchi no Brasil, no Rio de Janeiro e em São Paulo, mas nada como apreciar o legítimo gelato italiano, em terras fiorentinas!

 

Agora é só arrumar as malas! Boa viagem!

0 comentários

Compartilhe!
Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no Google+ Compartilhar no LinkedIn Enviar por email
Palavras:

Você vai gostar de ler:

Como fazer a Trans Siberiana

Manual completo para viajar de navio de carga

Como chegar a Machu Picchu

Rota de volta ao mundo: Começando a organizar

Participe! Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*