Surpreendente Rússia – Irkutsk e o Lago Baikal

Data: 6 abril, 2016

Categoria: Mochilão

O plano, então, era conhecer São Petersburgo e Moscou, na Rússia e seguir de trem para a aventura em terras asiáticas, começando pela Mongólia. Porém, todas as nossas pesquisas indicavam – e nós comprovamos na prática depois de idas e vindas às estações de trem e websites de venda de tickets – que teríamos que desembarcar da linha Trans Siberiana em Irkutsk para seguir em outro trem, na Trans Mongoliana, para Ulan Bator na Mongólia.

E já que desembarcaríamos naquela longínqua cidade russa, era impossível não esticar pelo menos um dia lá e ir até Listvyanka, o vilarejo a 65 kilometros de Irkutsk, onde está situado o maior e mais profundo lago do mundo: o Lago Baikal!

Assim como há pouca informação consistente na web, principalmente em português, a respeito da Trans Siberiana, muito mais difícil é encontrar informações sobre como chegar ao Lago Baikal sem contratar um guia turístico, mas nós somos teimosos, persistentes e descobrimos como ir e voltar do vilarejo gastando super pouco! 😉

Então, partimos de Moscou em uma 6a feira e após as cansativas 90 horas de trem na 3a classe da Trans Siberiana, que você pode ler com mais detalhes aqui, chegamos a Irkutsk em uma 3a feira perto das 21h, sonhando com um bom banho no hostel e uma refeição que fosse diferente de miojo e purê de batata solúvel, a base da nossa dieta dentro do trem.

irkutsk6

Já que prevíamos o nosso estado deplorável ao chegar a Irkutsk, reservamos o hostel mais perto da estação que encontramos, mesmo vendo que ele tinha diversas avaliações bem ruins no Booking.com e que o único elogio era a respeito da localização. Depois de 4 dias dentro de um trem, qualquer coisa pareceria 5 estrelas para nós! 🙂

As mediações da estação de trem de Irkutsk são bem feias. Calçadas quebradas, chão de terra molhada por conta da neve, tudo empoeirado e sujo, gente esquisita… aquela coisa! Como boa otimista que sou, botei fé que aquela feiura toda era só no entorno da estação…. e depois de visitar o centro da cidadezinha, descobri que estava redondamente enganada! 😛

Depois de uma caminhada de 5 minutos (que maravilha!) chegamos ao hostel, fizemos nosso check in e voltamos pra rua da estação pra comer algo. A refeição num desses restaurantes 24 horas comuns em terminais de trem caiu super bem (e não só por causa da fome, viu?! O lugar era bem gostosinho!) e voltamos pro hostel pra tomar aquele desejadíssimo banho e capotar numa cama de verdade!

Como a rota Trans Siberiana faz os viajantes passarem por 5 fusos diferentes, chegamos a Irkutsk com um jet leg daqueles e foi difícil descansar na primeira noite. No dia seguinte, ainda meio atordoados, começamos nossa saga pra conseguir comprar os tickets para Ulan Bator e pra descobrir como visitar o Lago Baikal.

O processo pra conseguir comprar os tickets de trem demorou mais de uma hora! Mais uma vez, ninguém falava inglês, mas dessa vez não tinha Guichê de Serviços pra ajudar os viajantes, como em São Petersburgo, nem compra pela internet como em Moscou… Teríamos que nos virar na base da mímica, app de tradução e palavras-chave escritas no papel.

irkutsk5

Depois de peregrinarmos por 4 guichês, descobrimos que os tickets para a Mongólia são vendidos na Entrada 3 da estação, no segundo andar. Descobrimos também que este trecho não possui 3a classe e teríamos que encarar a cabine da 2a classe. E, por fim, descobrimos que o preço é muito mais alto que a viagem de Moscou a Irkutsk, apesar de esse trecho durar apenas 32 horas frente às 89 da Trans Siberiana (110 dólares pra cada um, versus 50 dólares da Trans Siberiana).

E, por fim, descobrimos que o próximo trem sairia na 5a feira a noite e que, portanto, tínhamos que usar a 4a feira pra descobrir tudo sobre o Lago Baikal e a 5a feira durante o dia pra fazer o passeio! E dá-lhe pesquisa, Google, Trip Advisor, blogs de mochileiros gringos, porque não pudemos contar com a ajuda dos antipáticos funcionários do hostel em que nos hospedamos.

Quinta-feira de manhã, lá fomos nós! Encontramos informações de que havia um ônibus que saía do terminal rodoviário da cidade e nos deixaria no vilarejo do lago! A estação de ônibus era do outro lado da cidade e, portanto, teríamos que atravessar Irkutsk. Pegamos o Tram número 1, que é super barato (15 rublos pra cada um, ou seja, alguns centavos apenas!), ativamos o GPS e fomos acompanhando pra saber em que momento descer e seguir a pé pra rodoviária.

Depois de uma caminhada de 10 minutos em mais e mais calçadas esburacadas, ruas imundas e prédios horrorosos, concluímos que a cidade é, de fato, muito feia e chegamos ao pequeno terminal. Na base da mímica, compramos o ticket do ônibus por 100 rublos pra cada um (R$ 5,00 pra cada) e entendemos que o ticket de retorno deveria ser comprado no vilarejo de Listvyanka.

Num mini ônibus caindo aos pedaços, que sai 4 vezes por dia, seguimos em uma viagem de 1h15 até o tão esperado vilarejo. E, chegando na região do lago, entendemos que o passeio valeria cada centavo e cada esforço! Um visual incrível de um enorme lago congelado começou a aparecer na janela da carroça (hahaha).

irkutsk4

Chegando ao centro de Listvyanka, em mais uma conversa baseada em mímica entendemos que o próximo mini ônibus sairia em 2 horas e meia e teríamos que pagar na hora da saída do ônibus… não dava pra garantir o ticket e nós precisávamos estar nesse transporte, pra não corrermos o risco de ter qualquer atraso que prejudicasse nosso embarque na Trans Mongoliana!

Então bora explorar aquela imensidão congelada! É uma visão completamente surreal! Uma imensidão branca, brilhante e gelada! Eu nunca estive no deserto de Sal na Bolívia, mas já vi muitas fotos, inclusive as do Will, e aquele visual do Baikal me lembrou um pouco o Deserto!

irkutsk2

Andamos por um bom tempo sobre as águas congeladas, deslizamos como se tivéssemos patins, fizemos fotos incríveis e também super divertidas, passamos um frio de lascarrr. Descobrimos que por 1.000 rublos poderíamos fazer um passeio de hovercraft e, obviamente, esse é um investimento que vale a pena fazer! Afinal, quando você terá a oportunidade de um passeio radical em um meio de transporte que desliza sobre o gelo e a água do lago?! Sensacional!!

irkutsk3

Depois do passeio que rendeu fotos e vídeos super bacanas, era hora de o Will realizar o sonho dele: um mergulho nas águas gélidas do Baikal. Infelizmente (ou felizmente), o trecho que visitamos estava completamente congelado e ele não pode seguir com seu plano maluco. Porém, é claro que ele não desistiria de experimentar a sensação de ficar de sunga naquele lugar geladíssimo. Registramos o momento de loucura profunda dele e eu quase morri de tanto rir! Divirta-se você também nesse vídeo!

As duas horas passaram voando e era hora de voltarmos pra região dos mini ônibus pra garantir nosso lugar. Pra fechar nosso tempo na Rússia, fomos presenteados por uma lindíssima nevasca de flocos grandes e leves que caíam em grandes quantidades! Muito diferente da primeira neve que vi na vida, em Praga, essa era uma verdadeira experiência de neve caindo do céu em enorme quantidade! Lindo lindo lindo!

Voltamos pro mini ônibus felizes por termos feito o passeio e certos de que Irkutsk vale a pena única e exclusivamente devido aquele lugar tão incrível! Não espere nada da cidade de Irkutsk e se você tiver mais tempo, fique alguns dias hospedado em Listvyanka pra curtir o lago com mais calma… Não precisa dedicar diversos dias, mas certamente vale a pena contemplá-lo por mais tempo!

Assim, chegou ao fim nosso tempo na Rússia e fechamos com chave de ouro, como você pode ver nesse post e nesse vídeo abaixo!! E era hora de começar a grande aventura pela Ásia! Uhu!!!

3 comentários

Compartilhe!
Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no Google+ Compartilhar no LinkedIn Enviar por email
Palavras:

Você vai gostar de ler:

Como fazer a Trans Siberiana

Como chegar a Machu Picchu

Rota de volta ao mundo: Começando a organizar

Manual completo para viajar de navio de carga

3 comentários
  1. Vanessa Responder
    1 de julho de 2016

    Ola! Estou Indo para St Petersburg e Moscow e desejo conhecer o lago. Mas se eu pegar o trem da transiberiana de Moscow para Irkutsk, desejo ficar dois dias em Listvyanka, mas nao desejo continuar para a Mongolia, preciso voltar a Moscow para pegar um aviao. Existe a possibilidade de voltar de trem para Moscow saindo de Irkutsk? Considerando que Sao 90 hrs de trem, mais dois dias em Listvyanka, quando tempo reservo para fazer isso? E eh possivel eu nao passar nenhuma noite em Irkutsk, ir direto para Listvyanka? Grata Vanessa

    1. Fefa Trindade Responder
      5 de julho de 2016

      Oi Vanessa! Obrigada pelo comentário!
      Já conversamos pelo Facebook, mas é bacana deixar registrado aqui também, já que outros leitores podem ter a mesma dúvida:
      Pegando trem da Trans siberiana que sai de Moscow, você chegará a Irkutsk no começo da noite e os ônibus que partem de lá a Listvyanka saem até às 16h30. Então, provavelmente você terá que passar uma noite lá. Nós decidimos ficar bastante próximo da estação de trem e essa é uma boa opção, já que a trip de trem dá uma quebrada na gente. Para ir para Listvyanka, você terá que ir até o terminal rodoviário que fica a uns 25 minutos de distância do terminal de trem.
      Boa viagem e se precisar de mais alguma informação, estamos por aqui! 🙂

  2. 28 de agosto de 2017

    Poxa, que legal encontrar o blog de vocês! Estamos planejando uma viagem pela transiberiana, e certamente o lago baikal é uma parada que queremos fazer. Gostaria de saber em que época vocês foram para encontrar o lago congelado. Bjs

Participe! Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*