A Trans Siberiana – detalhes da 3a classe

Data: 30 março, 2016

Categoria: Mochilão

E não é que estava chegando a hora de embarcar no sonhado e temido trem da Trans Siberiana?! 🙂
Em Moscou, nos demos o direito e luxo de pegar um quarto duplo, apenas para nós dois, para conseguirmos descansar de verdade e curtirmos a privacidade e o sossego que nos seriam arrancados nos longos dias na 3a classe do trem.

Além de turistar na linda a louca capital russa, que merece um post dedicado (em elaboração) às tantas coisas bacanas vistas em 3 dias, precisávamos preparar nossa munição de comida, lenços umedecidos e passatempos, afinal a comida dentro do trem seria certamente mais cara que no supermercado, nada de banho durante a viagem (aaarrgghhh!!) e nada de internet! (uufff).

Fizemos amplas pesquisas sobre viajantes que tinham encarado a trans siberiana e encontramos praticamente nenhum conteúdo em português, exceto a Renata, uma mochileira que, por acaso, cruzou meu caminho no Facebook quando já estávamos prestes a sair da Alemanha, há poucas semanas de começar nossa aventura rumo a Ásia, e nos ajudou com algumas dicas.

Conforme nossas pesquisas diziam e confirmamos no site em que compramos os tickets, os trens da Trans Siberiana são divididos em 3 classes:

Na 1a classe, as cabines possuem duas camas em estilo beliche e um banheiro com chuveiro (puxa vida!!), serviço de bordo, e em alguns pacotes há refeições inclusas, coisa fina! Os preços começam na casa dos 700 euros… caro pra caramba pro nosso padrão! 😀

Na 2a classe a coisa já é bem mais humilde, cabines com 2 beliches, banheiro compartilhado com o vagão todo, sem chuveiro, água quente em cada vagão pra preparar aquele miojo esperto, chá e tals. Há cabines mistas e somente femininas. Os preços começam nos 120 euros por pessoa;

A 3a classe também é no esquema beliches, mas não há cabines! É um corredor com diversas beliches, de um lado do corredor fileiras com duas beliches e uma mesinha que deve ser usada por 4 pessoas, do outro lado do corredor fileiras de uma beliche, em que a cama debaixo é transformada em uma mesinha. Difícil de visualizar? Dá uma olhada nessa foto! 🙂 O preço é na casa de 50 euros por pessoa.

trans siberiana1

Depois de ver muitos vídeos de mochileiros na 2a e 3a classes, tínhamos a forte sensação que as cabines da 2a classe eram claustrofóbicas e corríamos o risco de dividir as infinitas horas dentro do trem com uma dupla de malucos, ou fedidos, ou pior… malucos fedidos!

Então, além de ter um valor bem mais amigável, a 3a classe nos dava a sensação que qualquer maluquice ou fedor seria diluído pelo longo corredor de viajantes. E, quer saber?! Estávamos cobertos de razão!!

Completando agora 63 horas de viagem, e já tendo visitado o corredor da 2a classe com as cabines apertadas, estamos satisfeitos com o nosso vagão lotado de gente estranha e fedida! hahahaha!

É fato que as horas passam devagar e a paisagem é composta basicamente por florestas cobertas de neve. É monótono olhar pela janela e ver sempre o branco branco branco da neve no meio da Sibéria, mas quando você programa a mente para pensar que está literalmente no meio do nada, atravessando um país que mais parece um continente de tão imenso, viajando na mais longa linha de trem do mundo, rodeado por pessoas que não falam seu idioma, se dirigindo para uma cidade bacana que fica a pouco mais de 22 horas de viagem de trem da Mongólia, putz! Dá um frio na barriga e a adrenalina corre pelo corpo! Que puta experiência!!

trans siberiana2

Como esperávamos, os banheiros são podres, nojentos e usá-los é um momento de profunda tristeza… Os lenços umedecidos são o momento sublime de limpeza e perfume, mas muitos russos ignoram essa parte da brincadeira e fedem… ôô Deus como fedem!

A cada vagão, um enorme compartimento de água quente está à disposição, e a dieta da galera é baseada em coisas que são preparadas com água quente, então composta basicamente por chá (café solúvel, no nosso caso), miojo e um purê de batata russo bacana que vem em potinhos semelhantes ao Cup Nuddles e é só diluir na água quente! Além disso, bolachas, pão, chocolate fazem parte da marmita dos viajantes. E, no caso dos russos, pacotes e mais pacotes de semente de girassol que, a meu ver, servem muito mais pra passar o tempo do que alimentar de fato.

Em Moscow compramos nosso carregamento de miojo, purê de batata, café solúvel, bolachas e também preparamos um pacote com 12 sanduíches de queijo, para comermos no café da manhã. (mas temos alguns aprendizados no quesito rango, que vamos compartilhar com vocês no próximo post)

trans siberiana3

O restaurante da 2a e 3a classes estava localizado a apenas dois vagões de distância do nosso vagão e, apesar dos preços salgados, nos rendemos a algumas garrafas de cerveja… por que não dá pra ser de ferro naquela longa viagem, né?! 😉

E ainda no quesito comida, várias vezes ao dia uma funcionária passa nos corredores vendendo comidinhas industrializadas (bolacha, chocolate, salgadinhos, refrigerante, água mineral) e salgados assados (pizza e uma espécie de pão salgado recheado). E nas paradas mais longas, é possível descer e comprar coisinhas nas vendinhas estrategicamente localizadas nas plataformas dos trens. Com algum dinheiro, ninguém passa fome!

trans siberiana4

Cada vagão da 3a classe tem cinco míseras tomadas: uma em cada banheiro (que você não pode usar pra carregar o celular), uma no corredor do banheiro e duas em determinadas beliches…. e adivinha em qual beliche estava a belezinha da tomada?! Na nossa!!! Há!!! Obviamente fomos os maiores beneficiados pela energia elétrica, mas também recebemos visitas diárias de russos que vinham carregar seus celulares.

Se você não tiver a mesma sorte que nós tivemos, é bom que saiba falar ëm russo a frase “posso carregar meu celular?” ou seja bom de mímica! 🙂

Cada cama possui uma espécie de colchão enrolável, que torna a hora de dormir mais confortável. E outra pequena comodidade importante é que, assim que você embarca no trem, a comissária de bordo traz um pacote com um jogo de lençóis, fronha e uma toalha de rosto. Todos limpos e até cheirosinhos (sim, eu cheirei eles todos!).

Então, se você não é uma pessoa exigente por luxo e conforto, se está num grupo menor que 4 pessoas e se curte uma aventura para entrar para a história da sua vida e nunca mais ser esquecida, faça a viagem de trem da Trans Siberiana na 3a classe, saindo de Moscow e parando em Irkutsk! Será uma aventura e tanto!! 

Quer se inspirar mais ainda? Dá uma olhada nesse vídeo que resume nossos 4 dias dentro do trem!

2 comentários

Compartilhe!
Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no Google+ Compartilhar no LinkedIn Enviar por email
Palavras:

Você vai gostar de ler:

Rota de volta ao mundo: Começando a organizar

Como fazer a Trans Siberiana

Como chegar a Machu Picchu

Manual completo para viajar de navio de carga

2 comentários
  1. eny monteiro nascimento Responder
    30 de março de 2016

    Eu também estou vivendo essa aventura e que aventura queridos!!bjcas

    1. Fefa Trindade Responder
      3 de abril de 2016

      Beijos e obrigada por acompanhar nossa aventura!! 🙂

Participe! Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*