Trindade (RJ) para todos os bolsos!

Data: 30 agosto, 2016

Categoria: Aventuras

Eu me sinto velha quando falo isso, mas lá se foram 14 anos desde a primeira vez que fui a Trindade, no Rio de Janeiro! 🙂

No auge dos meus 19 anos, dando os primeiros passos na vida de viajante e aventureira, foi lá a minha primeira experiência acampando na areia, de frente para o mar. E eu pirei, né?!

Fiquei louca com aquela pequena vila de pescadores abraçada por natureza de todos os lados! Praias incríveis, pra banho e pra surf, trilhas de todos os níveis de dificuldade, cachoeiras, piscinas naturais.

não encontrei o autor desse incrível mapa de Trindade, mas taí! :)

não encontrei o autor desse incrível mapa de Trindade, mas taí! 🙂

Uma vila que vivia um ritmo tranquilo e harmônico, na minha visão. Algumas lojinhas de artesanato, alguns restaurantes e botecos, um mercadinho. Porém, na visão dos visitantes e moradores mais velhos, já havia crescido demasiadamente desde que começaram a visitá-la.

E, assim, voltei a Trindade mais uma porção de vezes nos últimos 14 anos e fui acompanhando seu crescimento. Muitas pousadas foram abertas ou reformadas, muitos novos restaurantes, cafés, quiosques, mercadinhos. Sorveteria gourmet, hamburgueria. A vila continua pequena, mas cresceu consideravelmente e oferece uma estrutura turística bem maior para os mais exigentes. E quanto mais estrutura turística, mais caros ficam os serviços e mais cheias de gente ficam as praias.

Mesmo assim, Trindade continua sendo uma ótima opção pra quem quer gastar menos e é apaixonado por sossego e praias mais selvagens (como eu e o Will). É só ficar atento a essas dicas!

Temporada jamais!

Trindade é uma vila pequena e basicamente composta por uma rua principal, cheia de opções de hospedagem. Além disso, está muito próxima de Paraty e do litoral norte de São Paulo. Então, na alta temporada e nos feriados, a vila fica tão cheia que chega a ser caótico.

Muita gente chega de carro, apenas pra passar o dia, e lota os estacionamentos e as ruazinhas com carrões enormes. E muita gente se hospeda na vila, gerando filas nos restaurantes, mercadinhos, sorveterias. Quiosques ficam lotados, guarda-sóis e criançada pra todo lado.

Então, evite muito e com toda força tirar sua primeira impressão sobre Trindade em um dia de lotação, caso contrário você não vai querer voltar!

Pousadas X Campings pé na areia

Há 14 anos, as primeiras praias de Trindade, como Cepilho e Praia de Fora eram tomadas por campings de frente para o mar. Era um colado no outro e bastava andar uns 5 minutos pra saber os preços de cada um deles. Hoje a oferta de campings de frente para o mar diminuiu, mas ainda é possível escolher entre 3 ou 4 lugares, principalmente na Praia do Fora.

Os preços dos campings variam de acordo com o período do ano e procura, mas é sempre possível pechinchar com os donos! No mês de junho de 2016 pagamos R$ 15,00 por pessoa pra acamparmos em um lugar delicioso, de frente para o mar e debaixo de sombras de árvores. No camping ao lado, o mesmo serviço saía por R$ 25,00 por pessoa. 😉

a vista da barraca. tá bom ou quer mais?!

a vista da barraca. tá bom ou quer mais?!

Já as pousadas, hoje em dia oferecem uma considerável gama de opções! Todas elas possuem preços mais altos nos fins de semana e há hospedagens mais simples por R$ 80,00 o casal e outras mais bacanas, com café da manhã e piscina na pousada que podem sair por mais de R$ 150,00 o casal.

Acessórios indispensáveis

Mesmo que algumas praias de Trindade tenham barzinhos e estrutura de mesas, cadeiras e guarda-sóis, não dá pra contar com isso o tempo todo, principalmente devido à lotação na alta temporada, o fechamento de vários desses estabelecimentos na baixa temporada e a inexistência deles em algumas praias.

 

estrutura zero! que delícia!

estrutura zero! que delícia!

Então, você precisa ter o seu próprio kit: boné, chapéu ou guarda-sol + uma canga ou cadeira, pra encarar as poucas sombras nas praias e curtir um dia ensolarado.

Além disso, muitos dos lugares mais incríveis de Trindade só podem ser acessados por trilhas de dificuldades diversas. Então, um calçado adequado é super indicado, principalmente para quem não tem experiência de fazer trilha! Pode ser uma papete, pode ser um tênis, um chinelo que não solte do pé.. enfim! Além disso, as areias das praias costumam ser super quentes devido à pouca sombra, então um calçado é essencial. Previna-se pra conhecer os pontos mais bacanas da vila!
…….

No mais, planeje seus dias pra conhecer os lugares mais imperdíveis de Trindade, desacelere e viva intensamente a vibração positiva desse cantinho inesquecível do sul do Rio de Janeiro!

Praias: Brava (trilha 1 hora); Cepilho (sem trilha); do Fora (sem trilha, mais estrutura de hospedagem); dos Ranchos (sem trilha, mais estrutura de bares); do Meio (caminhada leve, estrutura simples); Praia do Caixa d’aço (trilha 30 minutos)

Cachoeira/ piscinas: Cachoeira da praia Brava (trilha 1 hora); Pedra que engole (trilha 1 hora); Piscina natural Caixa d’aço (trilha 30 minutos)

0 comentários

Compartilhe!
Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no Google+ Compartilhar no LinkedIn Enviar por email
Palavras:

Você vai gostar de ler:

Guloseimas para comer na fogueira

Como morar em um trailer

Itália e Croácia – Trechos de trem, ônibus e muitas dicas

Quanto custa morar em um barco

Participe! Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*